Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Estão abertas as inscrições para a o Selo UNICEF – Edição 2017-2020. Podem se inscrever 2.278 municípios do Semiárido e da Amazônia Legal Brasileira até 31 de julho. A iniciativa é do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e tem como objetivo estimular os municípios a implementarem políticas públicas para garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Os documentos para a inscrição podem ser acessados no site do Selo (www.selounicef.org.br). Nos próximos quatros anos, os municípios inscritos deverão investir em ações para melhorar a oferta e a qualidade de serviços de saúde, educação, assistência social e participação, visando produzir impactos reais e positivos na vida de crianças e adolescentes.

Na edição anterior, 114 municípios promoveram a Semana do Bebê, para realizar atividades de assistência à Primeira Infância; 108 municípios realizaram ações de prevenção contra o Aedes aegypti envolvendo os Núcleos de Cidadania dos Adolescentes (NUCAs) e 97 municípios realizaram busca ativa para atualizar suas taxas de crianças com necessidades educacionais especiais, outro passo importante para garantir o acesso à escola

Em 2016, como resultado dos investimentos em políticas de garantia aos direitos de crianças e adolescentes, 83 municípios do Ceará foram certificados com o Selo UNICEF Município Aprovado. O Estado possui o maior número de municípios certificados na região semiárida brasileira.

O Selo UNICEF é uma certificação internacional com objetivo de mobilizar a sociedade, poder público e parceiros em reconhecimento aos avanços registrados pela infância e adolescência.

Quem pode se inscrever

Podem aderir ao Selo os municípios localizados em nove Estados do Semiárido (Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) e nos nove Estados que compõem a Amazônia (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins).