Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou pesquisa indicando que uma pessoa branca tem rendimento mensal médio de R$ 1.863, já uma pessoa negra recebe R$ 1.023, uma diferença de 82%. Dados da pesquisa mostram a diferença no rendimento também entre mulheres e homens no Ceará.

Pelo levantamento, os homens têm um ganho mensal de R$ 1.445, enquanto as mulheres atingem R$ 1.260, uma diferença de 14,6%. Os dados tem por base os números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad).

Outro ponto do levantamento, é que o trabalhador cearense tem um dos piores rendimentos do país, com média mensal de R$ 1.311, a quarta pior do país, ficando à frente apenas de Alagoas (R$ 1.299), Maranhão (R$ 1.096) e Piauí (R$ 1.310).

O salário médio do cearense fica abaixo da média no Nordeste, de R$ 1.352; e do Brasil, de R$ 2.053. O maior rendimento é o do trabalhador do Distrito Federal, R$ 3.883 por mês.

Já a diferença de rendimento entre o grupo com maior e menor nível de educação é de 5,4 vezes. Trabahadores com  Ensino fundamental incompleto ou equivalente no Ceará receberam, em média, R$ 725 por mês no ano passado. O com ensino médio completo receberam R$ 1.324, e os co Ensino superior ficaram com R$ 4 mil.

Com informações do G1