Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente Michel Temer disse hoje (19), em evento em Ribeirão Preto (SP), que o país está começando a sair da recessão. De acordo com o presidente, superada a recessão, o Brasil entrará na fase do pleno emprego.

“Pegamos o Brasil em uma posição extremamente delicada, com uma recessão extraordinária. E por isso, digo sempre, o primeiro passo é superar a recessão. Superada a recessão, é que nós vamos para o crescimento. E do crescimento, o chamado pleno emprego. Estas são as fases, digamos assim, que nós temos que atravessar. E agora, graças a Deus, nós estamos começando a sair da recessão”, disse no evento, em que foram anunciados crédito de R$ 12 bilhões em crédito para produtores agrícolas.

Temer citou a queda da inflação, que fechou em 6,3% no ano passado, e a queda da taxa básica de juros, a Selic, para 13% ao ano, são sinais de que a política econômica está no caminho certo.

Presídios

Sobre a crise das penitenciárias no país, Temer voltou a ressaltar que foi preciso “certa ousadia” ao determinar a atuação das Forças Armadas nos presídios. “Vocês viram os dramas terríveis que ocorreram em penitenciárias de vários estados, eu chamei as Forças Armadas para, aí uma certa ousadia, amparado no texto Constitucional, porque há permissão para isso, uma das funções das Forças Armadas é manter a lei e a ordem. E evidentemente que estava se estabelecendo uma desordem absoluta, portanto, para manter a lei e a ordem, eu conversei com o setor de Defesa e disse: “olha, eu vou precisar que vocês façam as inspeções nos presídios de todo o Brasil”. Naturalmente, quando o governador solicitar. Imediatamente eles aderiram a esse plano”, disse.