Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A reforma da Previdência terá um capítulo decisivo nesta semana. Está marcada para esta terça-feira (24), no plenário do Senado, a votação em primeiro turno da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da reforma. Segundo parlamentares, o clima é favorável a uma aprovação. A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), disse que a reforma da Previdência está “blindada”. Depois da votação em 1º turno, a PEC segue para o plenário. A expectativa é cumprir o calendário, votando em segundo turno no dia 10 de outubro.

O relatório da proposta recebeu 76 emendas dos senadores. As mudanças que foram sugeridas devem ser inclusas na chamada PEC Paralela, que promete trazer regras mais benéficas aos trabalhadores e foi criada para evitar alterações na PEC principal e, consequentemente, possibilitar uma aprovação em outubro.

A expectativa de Jereissati é que haja uma diferença de 15 dias entre as votações da PEC original e as votações da paralela, que levará ainda mais tempo para uma aprovação definitiva já que ainda precisa ser apreciada pela Câmara dos Deputados.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp