Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Sindiônibus informou, em nota oficial, que a partir das 18 horas de hoje foi iniciada  à operação para o restabelecimento do serviço de transporte coletivo em Fortaleza, em uma ação coordenada entre o Sindiônibus, Etufor e Secretaria de Segurança Pública.

“A decisão foi tomada em reunião realizada nesta tarde com o objetivo da retomada da operação do transporte na capital com a devida segurança ao trabalhador, à população e ao patrimônio das empresas”.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), foram queimados no total 14 veículos. A principal linha de investigação é que os crimes foram cometidos em retaliação contra a transferências de detentos dos presídios cearenses.

Uma carta foi encontrada mais cedo, próximo a um ônibus atacado, que teria sido assinada por uma facção criminosa reclamando das transferências e ameaçando novos ataques.

Devido os ataques simultâneos, escolas e faculdades cancelaram as aulas nesta quarta-feira. Além dos ônibus foram atacados carros da Enel e do Demutran de Caucaia.

Equipes do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará foram acionadas para os locais onde os ônibus foram atacados.
O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro) disse que não recebeu informações de que houve feridos, apesar de um motorista ter sido queimado em um dos ataques.