Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministério Público do Estado do Ceará, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, deflagrou a Operação “Display com objetivo de desarticular um esquema criminoso que fraudava licitações públicas em prefeituras cearenses.

O órgão expediu sete mandados de busca e apreensão em residências e empresas em Limoeiro do Norte e Fortaleza, além de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Os alvos eram imóveis de acusados de participar das fraudes, entre empresários e comparsas que atuavam como “laranjas”. Nos últimos três anos, o bando faturou mais de R$ 7 milhões em contratos com prefeituras de Limoeiro do Norte, Pacajus e Quixeré.

A investigação descobriu a participação das empresas em várias licitações. As firmas concorriam entre si em processos de cartas marcadas e portas fechadas. Os contratos de uma das investigadas envolviam transporte escolar, aluguel de veículos para a Prefeitura da Cidade e até execução de obras públicas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp