Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Duas operações consecutivas desencadeadas durante o sábado (08) e o domingo (09), no município de Cascavel, Área Integrada de Segurança 13 (AIS 13) resultaram nas prisões de quatro pessoas por envolvimento em diversos delitos e na apreensão de drogas e armas. O trabalho de investigação foi conduzido pela Delegacia Metropolitana de Cascavel e contou com apoio de equipes da Força Tática de Apoio (FTA), do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), ambos da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE), e do Departamento Municipal de Trânsito e de Transportes (Demutran) de Cascavel.

A primeira ofensiva se deu no cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar e de prisão contra o casal Bruno Januário Freire (24) e Maria Elisangela Ferreira da Silva (38), e da vizinha do casal, Keulliney Gomes de Oliveira (40), conhecida por “Kelly”. Na residência dos suspeitos, na comunidade Portelinha, os policiais encontraram maconha dentro dos bolsos de Bruno e dinheiro trocado dentro da calcinha de Elisangela. Nos fundos da propriedade, foram encontradas sete embalagens plásticas contendo de crack enterradas no quintal. Já no imóvel de “Kelly”, os policiais apreenderam 160 pedras de crack. O trio foi encaminhado para a delegacia e autuado por tráfico e associação para o tráfico.

No distrito de Jardim Primaveira, os agentes prenderam Francisco Vagner Araújo Castro (33), vulgo “Vagner Cabeção”, com passagens por receptação e duas vezes por tráfico de drogas. A Polícia Civil apura o envolvimento do suspeito com tráfico de drogas na região e a participação dele na comercialização de aparelhos celulares roubados no mercado público local. Ele foi conduzido para a Delegacia Metropolitana de Cascavel, onde foi cumprido mandado de prisão em desfavor dele.

Dando continuidade às ações, as equipes da segurança pública e do Demutran local se deslocaram até dois clubes noturnos para realizar vistorias nos estabelecimentos. A operação foi batizada de Tolerância Zero e foi desencadeada no Bar do Peru e no Clube Ideal, conhecido na região por Tim-Tim. Durante vistoria no Bar do Peru, os policiais apreenderam um “paredão” dentro de um veículo. Contra o proprietário do carro, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por perturbação do sossego.

Já no Tim-Tim, os policiais se depararam com vários adolescentes consumindo bebida alcoólica dentro do estabelecimento. Dentro do automóvel do proprietário do clube, foram encontradas uma espingarda calibre 12, com 14 munições de mesmo calibre, além de celulares e dois notebooks. José Evanilso Januário da Silva (35) estava no local, mas fugiu por uma saída clandestina ao lado dos banheiros. As diligências prosseguiram para a casa do suspeito. Lá, foram encontrados cartuchos de calibre .12 e .38 e carteiras com a identificação “serviço público federal”, que identifica o homem como agente de inspeção da Ordem dos Músicos do Brasil, fato que será apurado. Evanilso não foi encontrado em sua residência.

Na tarde de hoje (10), Evanilso compareceu à delegacia para prestar esclarecimentos sobre os ilícitos encontrados na residência e no veículo dele. Foi lavrado um auto de apresentação espontânea, no qual ele confirma a propriedade da arma e das munições. De acordo com o depoimento dele, o armamento era para proteção pessoal.

As ações das operações se estenderam das 14 horas do sábado e foram encerradas por volta das 16 horas do domingo. A Delegacia Metropolitana de Cascavel mantém as investigações sobre Evanilso em decorrência da documentação encontrada na casa dele e pelo armamento encontrado na casa e no veículo. Todos os presos se encontram à disposição da Justiça.

Fonte: SSPDS