Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O líder do DEM na Câmara dos Deputados, Efraim Filho (PB), disse nessa sexta-feira, 12,  que o rebaixamento da nota de crédito brasileira pela S&P afeta negativamente os planos eleitorais do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que cogita ser candidato à Presidência pelo PSD. Efraim Filho disse que o resultado só facilita a vida da oposição em 2018.

Colega de partido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é cogitado como candidato à eleição presidencial deste ano, Efraim buscou rejeitar a responsabilização de Maia pelo fato de a base aliada não ter conseguido viabilizar a votação da reforma da Previdência, fator destacado pela S&P para justificar a mudança na avaliação do País.

O líder do DEM minimizou ainda as chances do resultado serem positivos para a candidatura do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que é pré-candidato à Presidência pelo PSDB. “Acho que Alckmin também é um candidato vinculado a um desempenho da economia”, explicou.

Com informação do UOL