Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Pacote de bondades para abrandar o coração dos deputados novatos, além da liberação de verba integral para os parlamentares que participaram da Lei Orçamentária de 2019 (ocorrida no ano passado) são algumas estratégias usadas pelo governo para conseguir a aprovação da reforma da Previdência. Após o feriadão de Carnaval, os discursos serão mais ávidos e o governo precisará de articulação política para aprovar seus pontos.

A reforma veio dura – mais ainda que a proposta pelo ex-presidente Michel Temer – e pode servir como narrativa política de partidos de oposição, que tem, por obrigação, que questionar os pontos mais polêmicos da proposta. Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, no Bate Papo Político desta quarta-feira (6), alertaram que o governo não terá facilidade e que, com os trâmites para aprovação, alguns pontos serão descartados.

Acompanhe a análise completa no vídeo a seguir:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp