Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Pecém poderá ter fábrica de ônibus elétricos

Depois do anúncio feito pelo grupo holandês Van Der Valk, atuante no setor de hotelaria e fabricação de ônibus elétricos, de que em breve deverá implantar empreendimentos desses segmentos no Ceará, surge outra empresa – também de nacionalidade holandesa – interessada em instalar fábrica na Zona de Processamento de Exportação do Estado (ZPE Ceará), no município de São Gonçalo do Amarante. Executivos da Ebusco sondam a possibilidade de instalar unidade na área do Pecém, mas para o negócio deslanchar é preciso viabilidade e sustentabilidade. Ou seja, terão que convencer empresários do setor de ônibus a trocar seus veículos por similares elétricos.

Varejo

O comércio varejista está otimista com o incremento nas vendas no final de ano em torno de 2% a 5%, podendo chegar a 10% nos segmentos de bebidas e alimentação. O presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), Honório Pinheiro, observa que o cenário da economia apresenta melhora em razão da queda dos juros e pela infeção de capital com o 13º salário.

Expolog 2017

O Centro de Eventos do Ceará receberá a Expolog 2017, a Feira Internacional de Logística, nos dias 22 e 23 de novembro. O evento contará com a presença de agentes do segmento de logística, transporte e comércio exterior do País. Segundo a organização da Expolog 2017, o Ceará, durante o evento simbolizará um centro de conexões com o Brasil.

Estudo

De acordo com o ranking bienal de desempenho logístico divulgado pelo Banco Mundial no ano passado, o Brasil ocupa a 55ª posição entre 160 países. O número representa um avanço de dez colocações em relação à pesquisa anterior. O estudo leva em consideração fatores como a infraestrutura das estradas e portos, procedimentos alfandegários, prazos de entrega entre outros.

Gigante chinesa

A China Medicine Health Corporation (China Meheco Corporation), gigante chinesa do setor farmacêutico e de equipamentos na área de saúde, está interessada em instalar uma fábrica no Brasil e o Governo do Estado tem negociado para que a unidade seja construída na ZPE Ceará.

Malha fina

Apenas 11% das micro e pequenas empresas que caíram na malha fina da Receita Federal regularizaram a situação junto ao órgão. No total, a Receita identificou a existência de informações inexatas nas declarações de 100 mil empresas. Quem não se regularizar, fica impossibilitado de transmitir a declaração relativa ao mês de outubro, que deverá ser apresentada até o dia 20 de novembro, além de estarem sujeitas a penalidades.