Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente da república Jair Bolsonaro confirmou, na madrugada desta quarta-feira (9) a revogação da adesão brasileira ao Pacto Global para Migração, através de postagem em seu Twitter.

Para o presidente, “O Brasil é soberano para decidir se aceita ou não migrantes. Não ao pacto migratório”.

Em seguida, Bolsonaro justificou a decisão. Confira:

Comunicado de Jair Bolsonaro no Twitter

A decisão foi comunicada ao Ministério das Relações Exteriores, que orientou o corpo diplomático a transmiti-la à Organização das Nações Unidas (ONU).

O Brasil aderiu ao pacto em dezembro de 2018.

Entenda

Anteriormente, Bolsonaro e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, criticaram os termos do pacto. No último dia 2, em Brasília, durante reunião com o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, Bolsonaro afirmou que tinha a intenção de retirar o Brasil do acordo.

Fechado em 2017 e chancelado no ano passado, o pacto estabeleceu orientações específicas para o recebimento de imigrantes, preservando o respeito aos direitos humanos sem associar nacionalidades.

Dos representantes dos 193 países, 181 aderiram ao acordo. Estados Unidos e Hungria foram contrários. República Dominicana, Eritreia e Líbia se abstiveram.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp