Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Beneficiários de planos de saúde passarão a pagar mais caro pelo serviço prestado a partir de janeiro de 2021. Isso acontece porque começam a ser aplicados os reajustes retroativos dos aumentos de 2020 que foram congelados devido à pandemia de Covid-19.

Em agosto, a Agência Nacional de Saúde Suplementar determinou a suspensão do aumento das cobranças anual e por faixa etária por 120 dias, entre setembro e dezembro. A interrupção valeu para todas as modalidades: individual, familiar, coletivo e empresarial.

A ANS determinou que os beneficiários de planos de saúde terão o reajuste dos valores de 2020 aplicado diluidamente, em 12 meses, contados a partir de janeiro de 2021. Aumento poderá se somar ao reajuste regular previsto para o próximo ano.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp