Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Informações apuradas pela Universidade Johns Hopinks dos Estados Unidos, em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), mostram que as rodovias em Fortaleza estão cada vez mais perigosas. Dados afirmam que: A cada cinco motoristas, um ultrapassa da velocidade permitida. A negligência cometida por parte destes motoristas, preocupam as entidades locais de trânsito e principalmente a Prefeitura de Fortaleza, que já busca novas ações conscientizadoras para combater este problema.

Apesar dos novos equipamentos de monitoramento de velocidade espalhados nas principais rodovias de Fortaleza, os dados divulgados pelas universidades comprovam a insuficiência de uma fiscalização mais reforçada. Pensando nisso, a Prefeitura de Fortaleza vai continuar investindo em campanhas de conscientização a população, recursos de monitoramento, instalação de novos semáforos, agentes de trânsito, para que até o final do ano estes números diminuam, prevenindo o aumento de multas, por excesso de velocidade e também evitar um possível acidente.

Fonte: Redação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp