Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Federal abriu nesta quarta-feira, 19, a terceira fase da Operação Greenfield, investigação que mira desvios de R$ 8 bilhões de fundos de pensão.

A primeira fase foi deflagrada em setembro de 2016 e avançou contra fraudes no Funcef, Petros, Previ e Postalis. Na ocasião, mais de 500 agentes foram às ruas para cumprir 106 mandados, inclusive 34 conduções coercitivas e 7 prisões temporárias. A ação se estendeu investigação por sete Estados e Brasília.

Na segunda fase da Greenfield, em março deste ano, a PF cercou o empresário Mario Celso Lopes, antigo parceiro de negócios da holding J&F, segundo investigadores. Ele prestou depoimento na ocasião e foi liberado.

Com informações O Estado de São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp