Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou, nesta terça-feira (21), que o Brasil registrou em novembro o menor número de reclamações de consumidores contra planos de saúde por causa da Covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020. A informação faz parte da edição de dezembro do Boletim Covid-19,.

No auge da pandemia, o número de reclamações chegou a 4.041, em julho de 2020. Nesta edição, foram contabilizadas 325 reclamações sobre assuntos relativos ao coronavírus, por meio da Notificação de Intermediação Preliminar da ANS. A proporção de leitos para atendimento à Covid-19 nas operadoras está em 9%, o que acompanha tendência de queda percebida desde abril deste ano.

A publicação mostra ainda que a procura por exames e terapias ficou 11,9% acima do índice de novembro de 2019. De acordo com a agência, esse indicador pode estar atrelado ao aumento da procura por exames de diagnóstico de casos de síndrome gripal. Em algumas localidades do país, há surto e até mesmo epidemia de Influenza A.

Atualmente, de acordo com a ANS, há 48,7 milhões de beneficiários de planos de 704 operadoras. Em relação aos clientes, houve um aumento de 0,21% sobre os números de outubro. No período, a taxa de adesões foi superior às de cancelamento.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp