Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nove presos, dois simulacros de arma de fogo apreendidos e diversos televisores, notebooks, celulares, aparelhos de som recuperados. Esse foi o resultado de uma ação rápida da Policia Militar do Ceará (PMCE), realizada no Centro de Fortaleza, na madrugada desta quinta-feira (21). Os suspeitos foram presos após arrombarem um estabelecimento comercial utilizando um carro para derrubar a porta.

Por volta da 2h30min de hoje, composições do Policiamento Ostensivo Geral (POG) da PMCE foram acionadas, via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), para atender uma ocorrência de arrombamento a um estabelecimento comercial na Rua General Sampaio, no centro Capital, Área Integrada de Segurança 4 (AIS 4). Ao chegar ao local, os PMs se depararam com a loja arrobada por um veículo e cerca de 20 suspeitos dentro do estabelecimento, furtando os diversos itens. A abordagem policial foi realizada, e nove deles foram presos.

No momento da ação, parte dos suspeitos reagiu e dois deles foram baleados nas pernas. A dupla foi socorrida e levada para um hospital, onde está sob escolta. Os demais presos, os simulacros, um carro usado na ação criminosa e os itens recuperados foram apresentados no 34º Distrito Policial (Centro), onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante pelos crimes de furto qualificado e associação criminosa.

O comandante da PMCE da AIS 4, major Otoniel Nascimento, disse que parte do êxito dessa ação se deve ao reforço quem vem sendo empregado no patrulhamento na região central da cidade. “Incrementamos o patrulhamento, a partir de meia-noite, com mais uma viatura, com ciclopatrulhamento e com policiamento extra resultante da Indenização de Reforço Operacional (IRSO)”, afirmou o oficial. “A outra parte do êxito atribuo à ação rápida e precisa dos PMs que atuaram nesse ocorrência”, finaliza.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio do 34º DP, segue com investigações, a fim de identificar e capturar os demais suspeitos que participaram do crime. A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam ajudar na localização dos suspeitos. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para os números (85) 3101- 4926 e (85) 3101-4927, do 34º DP. O sigilo e o anonimato são garantidos.

COM SSPDS