Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A tentativa de resgate de presos frustrada na madrugada dessa terça-feira (8), na Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, envolveu três detentos, de acordo com a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado. Francisco Jussivan Alves dos Santos, 50, o ‘Alemão’, Antônio Carlito Avelino, 50, conhecido como ‘Boi’, e Paulo Laércio Pereira de Freitas, 36, conhecido como Paulo ‘Cabecinha’ são os nomes indicados pela secretaria. Alemão e Boi foram feridos durante tiroteio e estão no Instituto Doutor José Frota.

Além da tentativa frustrada, a Polícia Militar prendeu um suspeito de ser o olheiro do grupo que tentou atacar a Penitenciária  e facilitar a fuga dos criminosos. Fabiano de Souza da Silva, de 39 anos, foi capturado no entorno do presídio com uma moto furtada, conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O homem foi levado à Delegacia Metropolitana de Maracanaú. A investigação continua com a Delegacia Metropolitana de Pacatuba, com acompanhamento da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

Na tentativa, um policial foi atingido de raspão, ainda conforme a Sejus. Em nota, a secretaria divulgou que Antônio Jussivan foi avaliado, passou por procedimento cirúrgico e passa bem. Antônio Carlito, o Boi, foi submetido a exames.

De acordo com levantamentos da Sejus, por volta de 1h20, agentes penitenciários identificaram, pelo sistema de monitoramento, a tentativa de internos de chegarem à muralha da unidade. O trio serrou as grades de ventilação da cela, cortou a grade que separa as vivências da muralha e jogou uma corda feita de lençóis – teresa – para escalar a muralha. O grupo do lado de fora daria suporte com uma escada e carro, conforme a secretaria.

Os policiais que faziam a segurança da muralha deram um disparo de advertência, quando pessoas que davam apoio externo à fuga começaram a disparar contra a muralha. Houve troca de tiros que resultou em três baleados. A escolta dos feridos ao IJF contou com 23 policiais. Quinze ficaram dentro da unidade de atendimento, enquanto mais oito permaneceram do lado de fora do IJF.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp