Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A polícia prendeu na manhã deste domingo, um homem suspeito de assassinar o policial militar José Carlos Vasconcelos, nesse sábado, no bairro Jardim Iracema. Ele foi submetido ao exame residuográfico, conhecido como “teste da parafina”, na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que deu positivo em ambas as mãos.

O suspeito foi interrogado na na Divisão de Homicídios, no bairro de Fátima, sobre  a participação dele no crime. O soldado José Carlos foi abordado em um depósito de construção no bairro onde morava, após ter saído de casa. Conforme investigações,  dois criminosos teriam chegado ao local em uma moto de cor vermelha dispararam contra o agente público e levaram a arma da vítima.

O PM chegou a ser socorrido por familiares e levado ao Frotinha do Antônio Bezerra, mas não resistiu ao ferimento na nuca e morreu na unidade de saúde.  Ele é segundo policial morto em Fortaleza nas últimas semanas. Na quarta-feira (3), o soldado Francisco Gledson Matias foi assassinado na calçada da sua residência, no Bairro Ellery.

Outra prisão

Já na tarde deste domingo, a Polícia apreendeu um segundo suspeito que teria envolvimento na execução do policial militar José Carlos Vasconcelos. Com o homem, de identificação ainda não revelada, havia três armas. Dentre elas, uma pistola 380 roubada da vítima.
Conforme informações oficiais, o suspeito foi encontrado no Conjunto Jaciara, localizado no Bairro Jardim Iracema, onde o PM morava. A operação foi promovida pelo Serviço Reservado da Polícia Militar do Estado do Ceará com apoio de patrulhas de outras células.