Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito Roberto Cláudio reuniu, todo o dia desta terça-feira (13/06), no Centro Cultural Belchior, com os secretários municipais para definir calendário, metas e acompanhar o andamento dos projetos para o segundo semestre de 2017.
Esta foi a terceira reunião do secretariado somente neste ano. “As reuniões acontecem de maneira recorrente para que a gente acompanhe todas as intervenções que estão acontecendo na cidade. É importante para sabermos o andamento dos projetos, saber o que está faltando para a execução das obras prometidas para os quatro anos do nosso mandato e resolver o que for preciso para cumprir os prazos”, disse o Prefeito.

Na área da Saúde, por exemplo, a prioridade é cumprir o cronograma já traçado de ajustar o estoque dos 84 medicamentos básicos da atenção primária. “Além de regularizar o estoque, iremos entregar as centrais de medicamentos nos terminais de ônibus. Ainda neste ano, entregaremos a ampliação dos Frotinhas da Parangaba, Messejana e Antônio Bezerra, além do hospital Nossa Senhora da Conceição”, explicou a secretária adjunta da Saúde, Itamárcia Araújo. Já a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Dendê e a Policlínica do Bairro Henrique Jorge, ao lado do Hospital da Mulher Zilda Arns, serão entregues até dezembro deste ano.

Na área da Educação, a expectativa é abrir, ainda neste ano, 20 novas escolas e creches em tempo integral, além de continuar reformando os equipamentos para a ampliação da oferta de vagas. Ainda neste mês de junho, serão entregues dois novos Centros de Educação Infantil. Outros 19 serão inaugurados até o fim do ano. “Além da quantidade, a qualidade dos nossos equipamentos é muito grande. Nós temos padrão MEC, com cinco refeições diárias e profissionais com as melhores qualificações”, informou a secretária de Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha.

A meta da Prefeitura de Fortaleza é gerar 6 mil novas vagas com esses novos equipamentos, número suficiente para acabar com a fila de espera nas creches para 2018. Somente neste ano, já foram criadas 2 mil vagas.

Na Pasta da Habitação, até o fim deste ano, 288 famílias serão beneficiadas com uma nova moradia no conjunto habitacional Vila do Mar III. Depois de ficar cinco anos parada, a obra foi retomada pela Prefeitura para beneficiar os moradores das áreas de risco da Orla da Barra do Ceará. Já a Vila de Pescadores, destinada exclusivamente para quem vive da pesca, será entregue no mês de julho. É a última etapa do empreendimento que tem um total de 38 apartamentos de frente para o mar. Uma maneira da Prefeitura de Fortaleza, valorizar os pescadores que não precisarão sair de perto do mar para realizar suas atividades.

Durante toda a manhã, os secretários apresentaram os principais projetos em andamento de cada pasta e trocaram informações para agilizar o processo das intervenções que ainda não foram iniciadas. “Ainda neste ano, iniciaremos as obras de pelo menos dois novos Cucas e duas novas Policlínicas. Também daremos início ao Pólo da Varjota e a segunda etapa da obra de requalificação da Avenida Beira Mar”, explicou o prefeito Roberto Cláudio.

Com informação da A.I