Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito Roberto Cláudio visitou as obras de requalificação viária na comunidade do Dendê, bairro Edson Queiroz, na manhã desta quarta-feira (03/05). A ação faz parte das atividades da operação de recuperação da malha viária de Fortaleza, após as fortes chuvas registradas no primeiro semestre deste ano.

“Além dos grandes corredores de transporte público, que estarão recuperados até final de julho, vamos começar a entrar dentro dos bairros. Iniciamos hoje pelo Dendê, fazendo as duas vias principais, vias de acesso e, em seguida, daremos continuidade dentro da comunidade. Muito provavelmente, até o final de julho, estamos trabalhando para que não exista mais buracos nas principais vias de transporte público, acesso às escolas, postos de saúde e principais equipamentos da cidade”, afirmou o gestor.

A operação de requalificação viária na cidade, que via de regra só inicia no final da estação chuvosa, em junho, foi antecipada para abril deste ano, em virtude das chuvas intensas registradas e, com isso, desgaste do asfalto. Seis equipes que trabalham em regime de urgência para solucionar esses problemas.

Com a redução da quadra chuvosa, a operação deverá chegar a mais bairros da cidade, aumentando o número de equipes em serviço. Serão 1,2 milhão de m², correspondentes a 174 campos de futebol, em investimento em recuperação de asfalto.

De acordo com Renato Lima, coordenador das Regionais, serão investidos R$ 46 milhões só em 2017, tendo serviços a serem executados na operação que incluem recuperação do pavimento danificado, reparo de micro drenagem (calhas, sarjetas etc) e reforma do pavimento em pedra tosca e paralelepípedo.

Ampliação do binário da Santo Dumont

No local, Roberto Cláudio comentou ainda sobre a ampliação do binário da Santos Dumont, que deverá ser realizado ainda no segundo semestre desse ano. “Definitivamente, teremos a ampliação do binário. Estamos definindo o projeto e avaliando três vias para verificar até onde será estendido. O critério é ter as vias paralelas e perpendiculares em coerência. A ideia é que a Lauro Nogueira continue e se conecte do lado do Bompreço, pegando a Dom Luiz”, declarou.

Com informação da A.I