Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou um pacote de ações voltadas para o meio ambiente. Os recursos (U$$146,6 milhões) provêm de um empréstimo – inédito – junto ao Banco Mundial, o Bird, serão investidos no Programa Fortaleza Cidade Sustentável. Dentre as ações que serão realizadas no Plano, estão a conclusão do Parque Rachel de Queiroz, aumento da arborização e urbanização da cidade, a balneabilidade de toda a orla da cidade e o aperfeiçoamento do Fortaleza Online. O prazo para finalização de todas as ações é de 6 anos.

A titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), Águeda Muniz, explica que o Fortaleza Cidade Sustentável reúne iniciativas que vão desde obras a planejamento; sendo baseado na Política Ambiental do Município de Fortaleza, na sustentabilidade, na educação ambiental e do gerenciamento dos recursos naturais, e que serão divididos em infraestrutura urbana e ambiental.

Das ações citadas está a implantação do Parque Rachel de Queiroz, onde já há dois trechos implantados, um pela Prefeitura e outro advindo do programa de adoção de parques e praças. Em sua totalidade, o Parque compreende 19 trechos, impactando, diretamente, 14 bairros de Fortaleza, percorrendo 10km de extensão e mais de 200 hectares, por onde serão distribuídas novas vias de acesso, paisagismo, sinalização, equipamentos capazes de promover práticas esportivas, como pistas de caminhada e ciclovias, e nova iluminação.

O financiamento contará também com o projeto Águas da Cidade da Política Ambiental do Município, que fará a ligação gratuita à rede pública de abastecimento de água e coleta de esgoto em 16 mil domicílios de baixa renda. A iniciativa melhorará a qualidade de vida de 130 mil pessoas diretamente.