Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito João Barroso (PSDB) descontou dos salários dos servidores municipais o tempo referente à paralisação da categoria em Itapipoca (CE). A greve, realizada de 10 a 24 de outubro, reivindicava a revogação das Leis Municipais 37, 66 e 74/2017, que previam a redução da gratificação dos professores das escolas de tempo integral de 15% para 7,5%; corte de 50% da gratificação dos diretores e coordenadores de escolas, entre outras medidas.

Os trabalhadores foram surpreendidos com os descontos nos contracheques nessa quarta-feira. Em alguns casos, foram subtraídos entre R$ 1 mil e R$ 1,6 mil. Existem ainda funcionários públicos que possuem empréstimo consignado e que chegaram a ter o salário zerado.

Em nota, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itapipoca (Sindsep) afirma que antes de ter efetuado os descontos, o Governo Municipal deveria ter buscado estabelecer critérios para que se efetive a compensação das horas não trabalhadas. O Sindicato informa que a greve da categoria foi suspensa após a Justiça atender liminar da Prefeitura e decretar a ilegalidade do movimento. A Prefeitura não se pronunciou sobre as acusações.