Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Muitos admiradores e simpatizantes torcem para o ex-juiz Sérgio Moro concorrer à Presidência da República. Moro, que ficou conhecido nacionalmente pelos julgamentos que levaram figuras da política brasileira para a cadeia dentro da Operação Lava Jato, tem mantido discrição sobre um eventual futuro político, mas, nos últimos dias, ganhou atenção de militantes e lideranças partidárias que querem vê-lo no palanque em 2022.

O ex-juiz ainda não se manifestou e vem sendo citado como uma opção à Presidência da República ou mesmo ao Senado. As conversas nesse sentido avançam e uma das portas partidárias abertas para a filiação é o Podemos. A agenda de Moro no Podemos tem a possibilidade de concorrer à Presidência da República ou uma candidatura ao Senado. Nesse caso, como duas opções: São Paulo ou Paraná. Segundo lideranças da sigla, o ex-magistrado ficou de dar uma resposta até novembro.

Após deixar a Justiça Federal no início de 2019, Moro assumiu o Ministério da Justiça, mas os conflitos com a linha política comandada pelo presidente Jair Bolsonaro o desestimularam a sair do Governo. Os aliados do presidente Bolsonaro não o perdoaram e desferiram ataques pelas redes sociais em uma tentativa de desgastá-lo e, ao mesmo tempo, qualifica-lo como traidor.

A boa imagem do ex-juiz como símbolo de combate à corrupção continua na vida de milhões de brasileiros, daí o seu nome entrar na agenda dos partidos que querem um debate que se oponha ao atual modelo político e ao ciclo de poder do Partido dos Trabalhadores.

Moro, após deixar o Ministério da Justiça, se mudou para os Estados Unidos e vinha demonstrando, como registra uma reportagem do Jornal O Globo, pouco interesse em entrar na disputa eleitoral de 2022. Ele, porém, nunca afastou totalmente essa possibilidade e, hoje, como observa, também, a mesma reportagem, dá sinais sobre uma provável candidatura.

Se depender de estímulos e apoio que nasce nas redes sociais, Sérgio Moro os terá para concorrer às eleições do próximo ano. Os Movimentos ‘’Vem pra Rua e Brasil Consciente estão entre as ações para impulsionar e dar visibilidade ao ex-juiz federal. Moro é citado em pesquisas qualitativas como um nome que pode agregar o apoio de eleitores que não estão dispostos a votar nem em Lula nem em Bolsonaro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp