Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com o pensamento cada vez mais forte em preservar o meio ambiente. O uso de materiais alternativos se tornou cada vez mais presente nas obras da engenharia. Dentre os mais utilizados, estão o cimento e tijolos ecológicos, tintas minerais, telhas alternativas e também o bambu. No post de hoje vamos falar sobre a telha ecológica e suas principais vantagens, vamos lá?

A telha ecológica é fabricada com material reciclado, como fibra de papel ou natural e pode ser usada em coberturas de residências, galpões, barracões e canteiros de obra. Com o avanço da tecnologia, estão surgindo cada vez mais opções para criação de um telhado ecológico seguro. E o uso desse material traz um grande benefício para o setor de construção civil: a redução da geração de resíduos e emissão de gases poluentes.

De acordo com informações de um levantamento realizado pela Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição (Abrecon), são geradas diariamente 290,5 mil toneladas de resíduos de construção e demolição, e apenas 0,6% do material é reciclado. Com isso, a produção de telha ecológica com materiais descartados vem sendo utilizada com cada vez mais frequencia para reduzir o impacto da construção civil ao meio ambiente.

Vamos conhecer dois tipos desse materiais

Telha ecológica de Tetra Pak

Esse tipo de telha já é usada na construção civil há alguns anos em projetos de habitação social e por empresas do ramo que promovem a arquitetura sustentável. É um tipo de telha ecológica produzida com alumínio, pet, polietileno e polinylon.

Telha ecológica de fibras vegetais

Assim como a telha de embalagem tetra pak, a de fibras vegetais também já é bastante usada na construção civil. A mais conhecida do mercado é a onduline, feita com fibras vegetais e impermeabilizada com asfalto e resina termofixa. A composição da cor é feita com pigmentos naturais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp