Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
O Boletim de Doenças de Notificação Compulsória da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) registrou a primeira morte por chikungunya em 2018, que ocorreu na capital. As notificações são relativas até 8 de setembro, na 36ª semana epidemiológica.
Neste ano foram notificados 1.194 casos de Chikungunya no Estado, sendo 485 casos em Fortaleza, que também registrou o único óbito.
Os casos de Zika chegaram a 37, sendo quatro em gestantes. Foram 2.884 casos de dengue, 20 casos de dengue grave e nove óbitos.  De janeiro a julho, os casos de mortes por arboviroses no Ceará apresentaram redução de 95% com relação ao mesmo período do ano passado. Em 2017, foram 208 pacientes.
COM INFORMAÇÕES DA SESA