Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Projeto de Lei que altera o Código Brasileiro de Trânsito para ampliar a validade da carteira nacional de habilitação (CNH) de cinco para 10 anos deve ser enviado hoje (4) para análise do Congresso. No último domingo, o presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para confirmar o envio da proposta, mas descartou a ideia inicial de promover as mudanças via medida provisória.

Além de ampliar a validade da “carteira de motorista”, o Projeto propõe dobrar o número de pontos para suspensão do documento – de 20 para 40 pontos. O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros, foi o responsável por fazer o anúncio. Segundo ele, a conversa entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, foi importante para a decisão de enviar a PL.

O presidente havia conversado com o deputado Rodrigo Maia sobre a vialibidade de apresentação de uma medida provisória ou um projeto de lei. O presidente da Câmara entendeu ser mais importante, para uma discussão mais plena, que fosse elevado um projeto de lei – disse o porta-voz.

Bolsonaro e Senado

Segundo o porta-voz o presidente vem se empenhando desde o início da semana para aprovação da MP 871, que cria um programa de revisão nos benefícios do INSS, e da MP 872, que prorroga o prazo para pagamento de gratificação a servidores cedidos para a Advocacia-Geral da União (AGU). As duas medidas foram aprovadas nessa segunda-feira (3) e seguem para sansão presidencial.

Leia Mais

+ Senado aprova MP de combate a fraudes no INSS, restringe auxílio reclusão e enfraquece sindicatos rurais

+ Marco regulatório: Tasso apresenta Projeto e alerta que, sem saneamento básico, 300 mil brasileiros poderão morrer em duas décadas

+ Relator defende manutenção de estados e municípios na Reforma