Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Desordenamento de postes e fiações elétricas é um problema sério de poluição visual em Fortaleza. O Município tem um projeto de implantação de uma rede subterrânea para resolver a questão. De acordo com a Enel, a antiga Coelce, em todo o Ceará, há 17 mil postes e 219 mil cabos em situação irregular. Desde a última segunda-feira, a distribuidora de energia elétrica iniciou uma fiscalização em toda a estrutura de fiação. O que estiver fora dos padrões, deve ser removido.

De acordo com as normas técnicas, cada poste só pode ter, no máximo, seis ligações. Mas é fácil constatar no Centro de Fortaleza que, em muitos deles, a regra é descumprida, principalmente, pelas empresas de telecomunicações. Quem circula diariamente na região mostra preocupação com o aspecto da segurança.

Na Câmara Municipal de Fortaleza tramitam dois projetos de lei que determinam a alteração da fiação de postes para a via subterrânea na Capital em novos empreendimentos e em áreas onde hoje são caracterizadas como vias expressas e paisagísticas, orla marítima, de interesse ambiental e histórico-cultural, além na zona central da cidade.