Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O mês de janeiro registrou 42.812 raios em todo o Ceará. O número corresponde a mais da metade de todos o raios incidentes no ano de 2019, quando houve 74.304 descargas atmosféricas, segundo o Sistema de Monitoramento e Alerta da Enel Distribuição.

O dia com maior número de raios registrados em 2020 foi 8 de janeiro, com 6.713 raios, seguido por 9 de janeiro, com 6.108, e o último dia 30, com 5.821 raios. O município mais atingido foi Granja, seguido por Santa Quitéria, Ipueiras, Crateús e Sobral. Além disso, cerca de 71% dos raios foram registrados na área operacional Norte da companhia. No ano passado, Santa Quitéria e Granja também foram os municípios com maiores incidências de raios.

O sistema emite boletins diários sobre as condições meteorológicas de todo o Ceará e antecipa contingências no atendimento de emergência. Além disso, o programa conta com previsão de chuvas, monitoramento das áreas e alertas para previsão de riscos, como raios, queimadas, tempestades e fortes ventos para cada local monitorado.

De acordo com especialistas, durante a incidência de raios, é preciso tomar cuidados. Dentro de casa, é aconselhado evitar o uso do celular, secador de cabelo e ferro elétrico conectados à tomada, além de permanecer dentro da sua residência enquanto a tempestade durar. Caso esteja na rua, os cearenses devem evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e principalmente linhas telefônicas ou elétricas. Outra recomendação é não andar em em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e lugares elevados.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp