Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Quatro homens foram presos nessa quarta-feira em uma operação contra corrupção em Saboeiro, no interior do Ceará. A operação Avalanche, que identificou fraudes em licitação no município, cumpriu seis mandados de prisão e 25 de busca e apreensão na Prefeitura de Saboeiro e em escritórios nas cidades de Tauá, Fortaleza e Quixadá.

O procurador Hebert Gonçalves destaca que as quatro prisões foram de pessoas contra quem existem fortes indícios de participação no crime, mas dois seguem foragidos. Os nomes dos suspeitos não foram revelados, no entanto, o procurador antecipou que são vereadores, empresários e servidores municipais da secretaria de Finanças.

Além das fraudes em licitações, o grupo é suspeito de associação criminosa, falsificação de documento particular, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, organização criminosa e exclusão de dados no sistema informatizado. Durante as investigações, a Polícia Civil encontrou uma arma de fogo na residência de um ex-presidente da

Comissão de Licitação que não teve o nome revelado. Ele foi levado à Delegacia de Polícia e vai responder por posse ilegal de arma de fogo.