Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Mesmo com a alta dos combustíveis vendidos nas refinarias anunciada pela Petrobras na última semana, a gasolina em Fortaleza pôde ser encontrada pelo consumidor final por até R$ 4,45 entre os dias 15 e 21 de setembro. O valor está R$ 0,10 abaixo do preço mínimo observado na última semana de agosto, quando o combustível era vendido a R$ 4,55.

Na última quarta-feira (18), a Petrobras anunciou um reajuste de 3,5% no preço da gasolina e de 4,2% no do diesel repassado às refinarias. A mundança começou a valer na quinta (19). O bombardeiro de refinarias na Arábia Saudita, responsável pela produção de 5% do petróleo mundial, foi a justificativa da companhia.

Os dados com os preços repassados ao consumidor final integram o Levantamento Sistemático de Preços da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e consideram a semana entre 15 e 21 de setembro ante o período de 25 a 31 de agosto.

A ANP realiza semanalmente pesquisa de preços dos combustíveis para acompanhar os valores praticados pelas distribuidoras e pelos postos revendedores. Atualmente, o levantamento abrange 459 municípios em todo o Brasil.

Diesel

O preço mínimo do diesel repassado ao consumidor final em Fortaleza também apresentou queda entre agosto e setembro, de R$ 3,69 para 3,59. O valor máximo se manteve em R$ 3,99. A média foi calculada em R$ 3,81.

Situação no Ceará

No Estado, a gasolina é vendida, em média, a R$ 4,59, considerando os dados desta última semana. O preço mínimo encontrado foi R$ 4,37 (Crato), enquanto o máximo chegou a R$ 4,98, em Crateús.

O diesel foi encontrado entre R$ 3,59 e R$ 4,10 na semana entre 15 e 21 de setembro. Na última semana de agosto, o preço mínimo era R$ 3,53 e o máximo R$ 4,09.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp