Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um total de 15 cobras foram capturadas por equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), por meio de suas unidades operacionais, na Capital e Interior do Estado do Ceará, no período de 24 horas. De acordo com o tenente Fideles Dutra, do CBMCE, as capturas ocorreram entre o início da manhã desta sexta, 29, e o mesmo período de sábado, 30. Todos os animais eram do tipo jiboia e com tamanhos que variam entre 1,5 m e 2,5 metros. Após a captura, todas os animais foram soltos em seu habitat natural, sem ferimentos e longe das residências. Nenhum agente saiu ferido.

No total, 10 quartéis dos Bombeiros capturaram os répteis: Aracati (uma cobra), Batalhão de Busca e Salvamento (uma), Crato (três), Crateús (uma), Conjunto Ceará (uma), Caucaia (duas), Iguatu (uma), Juazeiro do Norte (uma ), Maracanaú (três) e Sobral (uma cobra).

O Brasil registra uma média de 30 mil acidentes ofídicos por ano. A incidência de picadas de cobras peçonhentas é maior entre os meses de março e agosto. Nessa época do ano, as cobras procriam mais. Isso porque os animais armazenam sêmen e só o liberam quando há possibilidade de o filhote ter comida. O alimento, no caso, é o rato, que se multiplica com o maior acúmulo de lixo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp