Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O número de alunos aprovados em universidades públicas e privadas no ano de 2018 foi 20.207, o que representa um crescimento de 19,6% em relação a 2017, quando 16.897 jovens conseguiram acesso ao Ensino Superior. O número recorde foi anunciado nesta quinta-feira (28) pelo governador Camilo Santana, em solenidade no Palácio da Abolição. O chefe do Executivo esteve acompanhado da vice-governadora Izolda Cela e da secretária da Educação, Eliana Estrela.

“Foi um aumento de quase 20% comparado ao ano anterior. Eu estava conversando com o reitor da UFC (Universidade Federal do Ceará) e quase 60% dos alunos que ingressam na Universidade são oriundos de escola pública do Ceará. Isso é algo que nos anima, nos estimula, nos dá orgulho saber o avanço que a educação cearense tem obtido nos últimos anos. Acreditamos que é através da educação que vamos construir um estado justo, de oportunidades, mais igualitário. Esse é um trabalho que não para”, enalteceu Camilo Santana, que colocou como meta ter 50% das escolas públicas de Ensino Médio em tempo integral até o final de seu mandato. Hoje, cerca de 35% já funcionam nesse modelo.

O governador ainda aproveitou a ocasião para destacar os resultados na área. “O Ceará hoje já é a melhor educação pública do Brasil. Das 100 melhores escolas brasileiras 82 são cearenses. Nós saímos do 12° lugar no Ensino Médio para 4°. A Uece (Universidade Estadual do Ceará) é considerada uma das melhores do Norte/Nordeste. Portanto, estamos aqui celebrando os avanços que a cada ano o Ceará tem alcançado e vocês fazem parte disso”, finalizou.

Ações continuadas
Na reta final do Ensino Médio, o Governo do Ceará tem fortalecido a estratégia de preparação do aluno para que ele conquiste sua aprovação em uma universidade. Na ocasião, são realizadas ações como o Enem Chego Junto, Chego Bem; Enem Não Tira Férias; AoGosto do Aluno; FDScurtindoEnem; e o #enemvou2dias, que dá todo suporte ao aluno nos dias de prova do exame.

Eliana Estrela destaca que o esse pacote de ações é o que fomenta os bons resultados. “Nós entendemos que o Enem é importante demais e ele começa desde a preparação da documentação para que o aluno tire logo o que é necessário, a mobilização para a inscrição e, a partir daí, o investimento em palestras, intensivos, a rotina da sala de aula. Outro ponto é o programa das competências socioemocionais para que o aluno crie sua autonomia e tenha também o desenvolvimento do seu protagonismo estudantil. Então, é um conjunto de ações que resulta nisso”, ressaltou a secretária da Educação.

Precursora na transformação educacional que o Ceará vem atravessando há mais de uma década, a vice-governadora Izolda Cela chegou a se emocionar durante a solenidade. Para ela, o que foi apresentado hoje mostra a evolução que está em andamento e que deve prosseguir. “É um número que confirma uma tendência de crescimento e desejamos chegar ainda mais longe, especialmente olhando de onde viemos, o quê que era a ausência de perspectiva dos alunos da rede estadual com relação à entrada na universidade. Isso mostra o trabalho forte de uma grande rede cada vez mais alinhada e comprometida com a juventude”, disse.

AvanCE
Em 2017, o Governo do Ceará lançou o AvanCE – Programa Bolsa Universitário, que tem o objetivo de apoiar os alunos que concluíram o Ensino Médio na rede pública estadual de ensino e que ingressaram em instituições de Ensino Superior.

No primeiro edital do Programa, foram contemplados 1.000 estudantes com o auxílio financeiro. Neste ano, em sua segunda edição, serão beneficiados 2.000 estudantes com bolsa de R$ 468,50 pelo período de 12 meses. O investimento é de R$ 12 milhões. O edital já está disponível no site da Secretaria da Educação (www.seduc.ce.gov.br).

COM GOVERNO DO ESTADO