Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Nesta terça-feira (30), o secretário da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, recebeu o titular da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Maia Júnior, para discutir estratégias em que mais empresas ingressem dentro das unidades prisionais do Ceará.

A captação do setor produtivo para dentro das unidades se mostra cada vez mais atraente tendo em vista a garantia da segurança dentro dos presídios cearenses e o controle do Estado. Além disso, a diferença do valor da mão de obra e outras vantagens também foram citadas por Mauro Albuquerque. “A mão de obra tem uma queda, e é um dos quesitos que mais se gasta em qualquer empresa. Outra questão é de não ter atraso, ter organização e a segurança. Hoje, os detentos tem horário para todas as atividades, uma organização grande, o que também é vantagem para qualquer empresa”, garantiu o secretário da SAP.

Durante o encontro, o Secretário também mostrou a evolução que ocorreu nos últimos sete meses nas unidades prisionais. A organização, a inclusão social com projetos, as escolas, organização das visitas, número de celulares apreendidos e tudo isso refletindo diretamente dentro dos presídios com o controle do interno.

Participante da reunião, o titular da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Trabalho (Sedet), Maia Júnior, parabenizou as medidas realizadas pela SAP nesse primeiro semestre e reiterou os lados positivos que as empresas terão dentro dasunidades do Estado. “O primeiro incentivo é uma melhoria da equação financeira das empresas, é o custo da mão de obra, que é reduzido consideravelmente. Uma produção nos presídios tem o custo R$750 e no mercado na ordem de R$ 1800. Você está pagando menos da metade do custo de mão de obra produzindo dentro dos presídios. Além do objetivo que é levar trabalho para os presos, no processo de ressocialização, pois essas pessoas precisam voltar a sua normalidade um dia na sociedade. E é algo que está sendo feito brilhantemente pela SAP, com a liderança de Mauro Albuquerque”, disse o secretário.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp