Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Assembleia Legislativa realizou, nesta sexta-feira, a primeira sessão virtual da história com a presença de 44 deputados estaduais. A sessão, sob o comando do presidente da Mesa Diretora, deputado José Sarto (PDT), aprovou as mensagens que tratam do reajuste salarial dos policiais militares e da gratificação de incentivo para mais de 7.000 servidores estaduais.

A ausência dos parlamentares em Plenário é uma medida adotada para evitar a expansão do coronavírus. A discussão da mensagem do Poder Executivo, com os novos índices de correção dos salários dos policiais militares, teve uma ponderação do líder do Governo, deputado Júlio César Filho (PDT), para serem evitadas emendas que pudessem transformar uma promessa de céu em inferno.

Júlio se referia a uma emenda do delegado deputado Cavalcante que defendeu o pagamento do reajuste em única parcela.

‘’Não podemos prometer o céu e entregar o inferno’’, ponderou Júlio, ao dizer que, com a crise enfrentada com o novo coronavírus, o Estado não pode se comprometer para pagar valores do reajuste salarial de uma vez e não dispor de condições de honrar o acordo com os policiais e realizar outros investimentos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp