Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus) criou o Grupo de Inspeção e Vistoria (GIV), para intensificar a fiscalização dos presídios do Ceará. A criação do grupo foi assinada pela secretária de Justiça Socorro França, e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) na última sexta-feira (28).

De acordo com a portaria da Sejus, o principal objetivo do GIV é “inspecionar as unidades prisionais e cadeias públicas da Região Metropolitana (de Fortaleza)” e apresentar relatórios acerca do trabalho.

A região tem os presídios mais superlotados e conflituosos do estado, como as Casas de Privação Provisória de Liberdade (CPPLs) em Itaitinga e a Unidade Prisional Desembargador Adalberto de Oliveira Barros Leal, conhecida como ‘Carrapicho’, em Caucaia. As unidades registraram diversas rebeliões, conflitos e fugas nos últimos anos.

Vistorias

O GIV também irá fiscalizar os agentes penitenciários da Região Metropolitana, assim como o cumprimento do abono especial por reforço operacional (hora extra). O grupo irá elaborar um cronograma mensal para a execução de vistorias.

O Grupo de Inspeção será subordinado ao supervisor do Núcleo de Segurança e Disciplina (Nused) da Secretaria da Justiça.

Em nota, a Secretaria informou que o Grupo de Inspeção e Vistoria foi criado com intuito de auxiliar a realização de vistorias e inspecionar os procedimentos nas cadeias públicas e grandes unidades prisionais da Região Metropolitana de Fortaleza.

“A ideia é apoiar o trabalho dos agentes plantonistas no combate aos ilícitos dentro das unidades prisionais. Mensalmente, será feito um calendário de vistoria que contemplará 25 unidades prisionais”, comunicou.

Com informação do G1

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp