Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Durante a coletiva, que anunciou a prisão de cinco suspeitos de participação na chacina das Cajazeiras no último sábado, 27, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, mostrou-se tranquilo com a situação crítica enfrentada pelo Estado e afirmou que não deixará o posto na secretaria.

“Eu continuo focado na missão. Continuo com foco total no trabalho”, disse Costa, que ainda acrescentou que a Secretaria está trabalhando incansavelmente “para dar uma resposta à população cearense” sobre os casos de violência nos últimos dias. Perguntado sobre o clima de insegurança em Fortaleza, o secretário contou que “sabe da situação no Estado e na Capital”.

André Costa ainda aproveitou a coletiva para desabafar. “Eu estou nas ruas, nas comunidades, eu vejo as pichações nas esquinas”, lembrou. O secretário também reafirmou que confia na capacidade das forças policiais. “Eu confio muito nos nossos profissionais”. Enquanto chegava no local da entrevista, André foi perguntado por uma jornalista se deixaria o cargo. Sorrindo, ele respondeu que “não”.

Com informações do Jornal O Povo