Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

De acordo com o decreto governamental Nº 33.742, de 20 de setembro de 2020, fica autorizada uma nova fase de transição para a retomada da educação apenas para os 44 municípios da Região de Saúde de Fortaleza, a partir de 1º de outubro. Na rede pública estadual, poderão retornar ao presencial as turmas da 3ª série do Ensino Médio e educação profissional, com 35% de capacidade. A Secretaria da Educação (Seduc) fará visitas de monitoramento, na próxima semana, às escolas que estão aptas às atividades presenciais, para definir a possível data de retorno.

Conforme a secretária Eliana Estrela, o objetivo é que a retomada seja planejada com responsabilidade e segurança, considerando o contexto de cada unidade de ensino, a fim de promover o ensino público de qualidade e de forma equitativa.

“Já temos autorização para o retorno, a partir do decreto que segue as orientações da Secretaria da Saúde. Estamos realizando reuniões, visitas, construindo um diálogo para decidirmos a melhor data de retorno”, destaca Eliana.

A gestora da pasta participou, na última quarta-feira (23), de reunião com a direção do Sindicato Apeoc e representações de entidades estudantis e de professores para debater o retorno às atividades presenciais das escolas estaduais. Durante a reunião, ficou deliberada a formação de um comitê com as entidades representativas de professores e estudantes para realizar, em conjunto com a Seduc, essas visitas de monitoramento às escolas que estão aptas ao retorno presencial. Haverá ainda a realização de consulta pública com estudantes para avaliar o interesse pelo retorno.

Retornarão às atividades presenciais as escolas que se encaixem nos seguintes critérios: apresentem infraestrutura adequada, possuam Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para alunos e funcionários e estejam aptas quanto ao cumprimento das normas de segurança sanitária estabelecidas no Procolo 18 – Atividades Educacionais divulgado pelo Governo do Ceará e todos os profissionais tenham feito o exame para Covid-19.

O planejamento para a reabertura das unidades de ensino seguirá as diretrizes pedagógicas da Seduc e ações que deverão respeitar os distanciamentos, os limites de ocupação, além de todas as demais medidas previstas no protocolo geral e no protocolo setorial nº 18, constantes do decreto governamental e em consonância com a segurança sanitária do Governo do Ceará.

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará