Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE), por meio da Assessoria de Assistência Biopsicossocial (Abips), com o apoio da Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza, inicia nesta quinta-feira (23), a campanha de imunização de profissionais de segurança de suas coordenadorias e também de órgãos vinculadas contra a gripe (H1N1 /H3N2/ Influenza B). A medida de prevenção faz parte da segunda fase da campanha nacional de vacinação, que além de outras categorias profissionais, contempla também os agentes da segurança pública.

As vacinações ocorrerão em dias diferentes para cada público e as medidas de segurança orientadas pelo Ministério da Saúde prevalecerão durante os atendimentos. Ou seja, cada profissional deverá usar máscaras e a distância entre cada servidor é de no mínimo dois metros. A previsão é que mais de mil homens e mulheres recebam a dose das vacinas, na Grande Fortaleza.

Nesta quinta-feira (23), os atendimentos ocorrerão na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), das 8h30min às 11h30min. No dia 30 de abril, ocorrerá um segundo momento de imunização na Pefoce, que acontecerá durante o mesmo horário. Na SSPDS, a ação ocorrerá no dia 28 de abril. No dia 29, as vacinações ocorrerão na sede da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS. Por último, no dia 30, a ação será na Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp), onde as aplicações serão no modo ‘drive thru’. Ou seja, cada pessoa é imunizada sem precisar sair de seu veículo. O horário de atendimento nos três pontos – SSPDS, Ciopaer e Aesp – será de 8h30 às 16h30.

“A campanha vem sendo dividida pelos setores de saúde de cada instituição. Estamos unindo forças tanto para que cada vinculada possa atender aos seus profissionais, como também atender a setores com efetivo variado, como Ciops e Ciopaer. É importante que todos saibam que nesse momento, a vacinação contemplará somente aqueles que trabalham no sistema de segurança. Familiares ou pessoas em geral, que não estão inseridas na SSPDS ou suas vinculadas, não poderão receber a dose”, explica a assessora de Assistência Biopsicossocial (Abips) e psicóloga, Rebeca Rangel.

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp