Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um homem suspeito de abusar sexualmente da própria filha e de uma enteada, na cidade de Maracanaú foi preso pela Polícia Civil do Estado do Ceará, após um trabalho de investigação desenvolvido pela Delegacia de Combate a Exploração da Criança e Adolescente, nessa terça-feira. As apurações acerca do crime iniciaram, após uma das vítimas relatar os atos libidinosos para a avó materna, que denunciou o suspeito.

De posse das informações, as equipes da delegacia especializada iniciaram as investigações, que resultaram na representação de um mandado de prisão preventiva contra o homem de 44 anos. De acordo com os levantamentos, o suspeito cometia os abusos sexuais contra a enteada e a filha, de sete e quatro anos, respectivamente.

Além da criança de quatro anos, o investigado também mantinha a guarda de outra filha biológica de três anos de idade. O homem foi preso em um comércio, no bairro Jereissati 2, na cidade de Maracanaú. De acordo com a delegada Juliana Amaral, que preside o inquérito policial, o mandado de prisão é uma forma de auxiliar os trabalhos policiais, uma vez que já foram colhidos indícios suficientes para incriminar o suspeito. No entanto, ele poderia coagir as vítimas durante as investigações. O suspeito foi encaminhado para a sede da Dececa, em Fortaleza e responderá pelo crime de estupro de vulnerável.