Categorias
Esporte Deu Zebra

Caucaia evolui no cenário local e, com bom futebol, tem título merecido

O time do Caucaia entrou em campo nessa quinta-feira pela última vez pelo Campeonato Cearense 2019 e última vez, também, pela série B da Competição. Ao vencer o time do Pacajus por 3 a 0, a equipe caucaiense entrou para a história do município e conquistou o título da competição, conseguindo o acesso para a série A do Cearense em 2020.

Ciel brilhou – mais uma vez. O artilheiro da competição e ganhador do título de “cidadão caucaiense”, foi o autor de dois gols na partida (o outro gol foi de Cleber) e chegou a marca de 12 gols dos 34 marcados pela equipe na competição. Assim, a Raposa Metropolitana manteve a campanha de sucesso na fase de classificação, onde foi líder do Grupo A, com 21 pontos em oito jogos.

Além do brilho do artilheiro, outro nome ficou cravado na história da competição. O técnico Washington Luiz mais uma vez levantou a taça da segundona. No ano passado, o comandante já havia sido campeão, com o Barbalha. Washington fez questão de exaltar o elenco e se emocionou ao lembrar da família: “O grupo de jogadores é sensacional”.

Campanha

O primeiro jogo da Raposa Metropolitana não deu o tom do restante da competição. Perdendo para o Maranguape por 1 a 0, o time começou uma recuperação de sucesso e emplacou sete vitórias seguidas, terminando a primeira fase com 21 pontos e na liderança do Grupo A.

A Raposa avançou às quartas de finais – empate com o Icasa no jogo de ida e vitória por 4 a 2 na volta. Nas semifinais, contra o Crato, perdeu o primeiro jogo e venceu o segundo. Os resultados foram celebrados no último confronto: a equipe terminou com campanha com 10 vitórias, um empate e duas derrotas.

Jogos

  • Maranguape 1×0 Caucaia;
  • Caucaia 2×1 Tiradentes;
  • Caucaia 4×1 Maracanã;
  • União 0x3 Caucaia;
  • Caucaia 2×0 Maranguape;
  • Tiradentes 0x2 Caucaia;
  • Maracanã 0x6 Caucaia;
  • Caucaia 5×3 União;
  • Icasa 1×1 Caucaia;
  • Caucaia 4×2 Icasa;
  • Crato 2×0 Caucaia;
  • Caucaia 2×0 Crato;
  • Caucaia 3×0 Pacajus;

 

Categorias
Esporte Deu Zebra

Clássico-Rei: O momento ganhou o jogo!

O primeiro jogo da final do Campeonato Cearense 2019 terminou, na tarde deste domingo (14), com a vitória do Fortaleza. A situação, porém, vinha se desenhando a, pelo menos, quatro partidas. No Clássico, o Leão se mostrou muito mais confiante, criando as melhores jogadas, sabendo o momento de pressionar e onde poderia deixar seu adversário jogar. A verdade é que, deixando de lado a rivalidade histórica, ‘o momento ganhou a partida‘.

O Fortaleza foi o dono do confronto e, apesar de em alguns momentos chegar próximo de levar o gol, a vitória passou longe de escapar das garras do Leão. Por outro lado, o que vimos pelo lado Alvinegro foi um time abatido pelos último resultados. Parecia que nada dava certo – sendo os bons chutes de Carleto ou os gols perdidos de Samuel Xavier – não era a tarde do Ceará. Falta de sorte? Acredito que não!

O Vozão não passa por um bom momento. O time vem de duas eliminações (uma, inclusive, ganhando o jogo) seguidas pela Copa do Brasil e Copa do Nordeste – essa última bem mais dolorosa. A verdade é que, não só o técnico Lisca, mas toda a comissão técnica e os jogadores, criaram um momento em que é difícil o time acertar até a mais fácil das jogadas – vejamos o gol perdido por Xavier, na segunda etapa. Mas, por má fase qualquer time passa, o problema é que o Ceará”escolheu” um péssimo momento para isso.

Do lado do Leão o clima é o inverso. Edinho, que está longe de ser o ‘homem-gol‘ do Pici, conseguiu aproveitar não só as chances que teve, mas, também, o ambiente criado pelo Fortaleza e, diga-se de passagem, pelo belo trabalho realizado por Rogério Ceni dentro das duas competições nas quais o Leão vem jogando. Mesmo tendo características mais ofensivas e jogadores velozes pela ponta (de onde saiu os gols do Leão), o time chegou ao equilíbrio necessário para ganhar e convencer no primeiro jogo das finais. Resta saber, agora, como se comportará nos próximos desafios.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Primeiro jogo da final do Cearense contará com 656 agentes de segurança dentro e fora do estádio

Ceará e Fortaleza têm seu primeiro encontro marcado nas finais do Campeonato Cearense para este domingo (14), às 16 horas, e irão contar com um esquema de 656 agentes de segurança pública na atuação do evento.

O esquema será realizado na Arena Castelão, nos arredores da praça esportiva e nos terminais de ônibus da Capital.

Do total, serão 600 homens da Polícia Militar, 21 da Polícia Civil e 35 do Corpo de Bombeiros. Além das equipes vinculadas a SSPDS, participarão do esquema a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF).

Dos profissionais escalados, 235 estarão na área interna do estádio, enquanto os demais atuarão nos arredores da praça esportiva.

Dados fornecidos pela SSPDS.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Matheus Matias, pouco utilizado, não faz mais parte do elenco do Ceará

Uma das promessas do Vozão na temporada não faz mais parte do elenco alvinegro. Matheus Matias, emprestado pelo Corinthians ao Ceará, está de saída, provavelmente, para o Avaí. O empresário do atleta, Diogo Silva, já havia comentado sobre o interesse do time, e o clube cearense confirmou a saída nesta quarta-feira (10).

Durante sua estada no Ceará, Matheus jogou bem, mas não ganhou espaço dentro da equipe principal. Ao todo foram seis partidas e três gols – duas vezes na estreia contra o Floresta – e uma pela segunda fase do Campeonato Cearense. Depois disso, o atacante não foi tão utilizado.

Nesta quarta-feira (10), o Vozão enfrenta o Floresta, na Arena Castelão, pelo jogo de volta da semifinal do Cearense. Questionado pelas últimas partidas, o alvinegro precisa da vitória para chegar a final com vantatagem.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Após goleada, Fortaleza já pode se considerar favorito para final do Cearense?

Fortaleza pede passagem para a final do Campeonato Cearense. No último jogo – nessa segunda-feira (9), contra o Vitória, quando venceu por 4 a 0, passando para as semifinais da Copa do Nordeste sem muitas dificuldades, o Leão ganhou a confiança necessária e, talvez, possa ganhar ares de favorito para a final do Cearense. O Fortaleza marcou com Júnior Santos, duas vezes, Edinho e Dodô.

Além de estar bem, seu principal rival caminha à passos curtos. Eliminado de duas competições (Copa do Nordeste e Copa do Brasil), o Ceará amarga, pelo menos, três partidas seguidas onde não produziu o suficiente para conseguir a vitória. Agora, na próxima quarta, o alvinegro enfrenta o Floresta, onde precisará vencer para ter vantagem numa possível final contra o Leão – já classificado.

Contra o Vitória, o Leão dominante durante toda a partida. O time entrou com formação bem ofensiva e a estratégia deu certo, com o ataque efetivo e calibrado. Agora, o Fortaleza avança para as semifinais e enfrenta o Santa Cruz, equipe que derrotou o CRB nos pênaltis, no último domingo (7), após empate em 1 a 1.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Postura alvinegra para os dois próximos confrontos será decisiva no resultado

Após dois confrontos seguidos sem apresentar o futebol esperado (um pelo Campeonato Cearense e outro pela Copa do Brasil), o Ceará tem dois desafios difíceis pela frente. No sábado (6), o Vozão pega o Náutico, em casa, para tentar seguir em frente no Nordestão. Já na próxima quarta (10), o segundo jogo contra o Floresta promete – o primeiro terminou 2 tentos para cada.

Contra o Corinthians, último jogo do Vozão, nos últimos 15 minutos nos quais o time resolveu jogar, apareceu o volume de jogo e a qualidade individual do elenco. No primeiro duelo contra o Floresta – a mesma coisa. Diante das atuações do alvinegro e, principalmente, de sua postura no início dos jogos, o mais comum é o torcedor questionar: por que o Lisca insiste tanto no que não funciona?

Alvo de intensas críticas da torcida, o meia Ricardinho está sendo sacrificado pelo panorama montado por Lisca. O meia apresenta um ótimo passe e visão aprofundada para os pontas – que não vem sendo utilizadas. Baxola, que ocupa a parte esquerda do time adversário, tem seu futebol limitado pelo espaço imposto por Lisca. O meia, que saiu lesionado contra o Corinthians, infelizmente, fica com seu futebol enjaulado pela formação.

Postura

Nos próximos jogos – decisivos – a postura alvinegra precisa ser outra desde o início. Jogadores, como Fernando Sobral e Wescley (mesmo não estando em condições físicas ideais), precisam de mais oportunidades. Lisca precisa ser menos rígido na formação e testar o melhor que o time pode dar. Jogadores de qualidade são evidentes no elenco, basta que tenham a chance de jogar conforme suas características.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Como foi e como fica as semifinais do Cearense

Na primeira partida das semifinais do Campeonato Cearense 2019: emoção, zebra?, reviravoltas e expectativa para o segundo confronto. Assim, Ceará, Fortaleza, Floresta e Guarany de Sobral se apresentaram aos torcedores nessa que foi a primeira fase da decisão para levantar a taça de campeão cearense de 2019.

Guarany de Sobral x Fortaleza

Com gol do atacante Osvaldo, o Leão bateu o Guarany, no Estádio do Junco. O gol foi marcado ainda no primeiro tempo e deu a tranquilidade necessário ao Tricolor. O Rubronegro cearense mostrou limitações no setor de meio campo e não chegou a assustar o Leão. O Fortaleza teve, ainda, um pênalti marcado a seu favor, mas a arbitragem voltou atrás e anulou.

Para o segundo confronto, o Tricolor pode perder por até um gol de diferença que ainda estará com a vaga na decisão.

Floresta x Ceará

Certamente, o jogo mais emocionante da quarta-feira (28). Por um lado, o Floresta adotou um jogo inteligente e cirúrgico no setor de ataque. O time chegou a abrir dois gols de vantagens, mas o Vozão conseguiu alcançar o empate. O Verdão não teve experiência e nem físico para segurar o placar. No segundo tempo, Lisca alterou apenas a postura do Vovô e conseguiu tirar o revés. No final das contas, ambos ficaram no 2 a 2.

No segundo confronto, agora, no Castelão, o Alvinegro pode empatar que se classifica – a primeira colocação no Campeonato dá a vantagem que pode solucionar o embate.

Categorias
Esporte Deu Zebra Destaque2 Destaque3

Surpresa no Leão: com zebra ou sem zebra, Atlético-CE consegue primeira vitória no retorno

Atlético Cearense x Fortaleza na Arena Castelão e em 15 segundos o Leão já estava na frente, com gol de Júnior Santos. Todos os indícios diziam que o Tricolor arrastaria uma boa goleada, mas não foi o que aconteceu. Após três rodadas disputadas, o Fortaleza conheceu sua 1ª derrota no Cearense e ainda perdeu a chance de assumir a liderança do torneio – ficou na 3ª posição, com seis pontos. Já a equipe atleticana chegou aos quatro pontos e entrou no G-4, na 4ª posição.

Aos 28 minutos – o Atlético Cearense já havia equilibrado o confronto e vinha melhor na partida – Tairone recebeu um belo passe e deu um toque que encobriu o goleiro Felipe Alves. Emabalado pelo bom momento, aos 34 da primeira etapa, a equipe atleticana conseguiu a virada, em jogada individual de Danielzinho, que recebeu pela direita, tirou a marcação e bateu forte de canhota. Fim da primeira etapa, 2×1 Atlético-CE.

Na segunda etapa, o técnico Rogério Ceni ainda tentou deixar o time mais ofensivo. Colocou o segundo reestreante do dia – o primeiro foi o camisa 10 Dodô – Marcinho, além do lateral esquerdo Bruno Melo. O atacante Ederson ainda teve duas boas chances, mas o Atlético, bem postado na defesa e administrando o jogo, segurou o resultado e garantiu a primeira vitória no retorno do Cearense.

Na próxima quinta-feira (21), às 20h, o Tricolor enfrenta o Ferroviário, na Arena Castelão; e o Atlético volta a campo no próximo sábado (23), às 16h, contra o Horizonte, no Domingão.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Clássico-Rei dá um passo importante para a paz nos estádios

Mesmo com a rivalidade, a paz entre torcidas adversárias deve prevalecer. Um ótimo jeito para incentivar essa relação – e não ficar apenas no discurso – é levar a prática às arquibancadas. Ceará e Fortaleza não poupam esforços para incentivar a rivalidade saudável entre as duas maiores torcidas do Estado. Com esse sentimento, para o primeiro Clássico-Rei do ano, os clubes tentam criar um setor de torcida mista na Arena Castelão, onde ocorre, no dia 10 de março, o embate que tricolores e alvinegros poderão assistir lado a lado.

Com a iniciativa, que já acontece em alguns estados brasileiros e no futebol estrangeiro com frequência, alguns torcedores, mais pessimistas, podem ficar receosos sobre a violência que, infelizmente, marcou muitos momentos envolvendo as duas torcidas. Porém, um plano logístico para oferecer uma boa estrutura de segurança está sendo montado e, se tudo ocorrer bem – como esperamos – este será o primeiro de muitos Clássicos-Rei nesses moldes.

A iniciativa é inédita e reforça a boa relação existente entre as diretorias. O jogo deve, assim, ser um marco na história do futebol cearense e do clássico centenário, além de importante para a definição do Campeonato Cearense, pelo qual a partida é válida, já que o Fortaleza lidera, com seis pontos, e o Ceará é o segundo colocado, com 3 – e um jogo a menos. A segunda rodada ainda será finalizada com Floresta x Barbalha (12/02) e Ceará x Horizonte (13).

Categorias
Esporte Deu Zebra

Primeiras emoções no Cearense!

Olha aí: 2019 acaba de começar e a bola já rola pelo Campeonato Cearense! Nesse final de semana foram 3 partidas válidas pela 1ª rodada do Cearense: Ferroviário 2 x 3 Atlético – CE; Horizonte 1 x 1 Guarany – CE; e Barbalha 2 x 0 Iguatu. Na quarta-feira, 9, às 17 hrs, o Floresta pega o Guarani de Juazeiro, encerrando a primeira rodada.

A primeira fase é disputada em turno único por oito equipes: FC Atlético, Ferroviário, Horizonte, Guarany de Sobral, Barbalha, Iguatu, Floresta e Guarani de Juazeiro. Todos jogam contra todos e os seis primeiros avançam para a segunda fase, enquanto os dois últimos estarão rebaixados.

Mas, se liga na novidade: o time que se classificar com a primeira colocação dessa etapa inicial irá garantir vaga na Copa do Brasil de 2020.

Campeonato com nova cara!

Na primeira fase, oito times se enfrentam em turno único na busca por seis vagas na segunda fase para se juntarem a Ceará e Fortaleza, campeões e vice-campeões respectivamente, no ano passado. Além disso, os dois últimos estão rebaixados para a segunda divisão estadual em 2020.

Na segunda fase, os oito times (os seis classificados mais Ceará e Fortaleza) se enfrentam em turno único, onde os quatro primeiros avançam para às semifinais. Se as equipes terminarem com a mesma pontuação, será seguido os seguintes critérios: mais vitórias – melhor saldo de gols – mais gols pró – confronto direto e sorteio.

As Semifinais e Final serão disputadas no mata-mata, com jogos de ida e volta. Se persistir o empate, os critérios serão: melhor saldo de gols no confronto – melhor campanha na segunda fase – para a final conta também a campanha da semifinal.