Categorias
Interior

Animais atrapalham tráfego de veículos no trecho entre Canindé e Aratuba, na CE-257

Trafegar pela CE-257, trecho Canindé a Aratuba, exige atenção redobrada dos condutores de veículos. Nos últimos meses vários animais soltos na estrada tem causado acidentes, principalmente em motociclistas.

Antes apenas jumentos que eram flagrados na rodovia estadual, porém agora ovinos e caprinos aparecem na estrada e dificultam o tráfego de veículos.

De acordo com moradores da região, há meses não percebem a equipe do Detran responsável pela apreensão de animais realizando o trabalho essencial para evitar acidentes.

Categorias
Interior

Rodovia CE-581 é reinaugurada após recuperação nesta sexta-feira

A rodovia CE-581,o entrocamento da BR-222, no trecho que liga o município de Frecheirinha ao distrito de Araticum, é reinaugurada nesta sexta-feira (26) após passar por processo de recuperação.

A entrega foi feita pelo Governo do Estado e contou o a participação do deputado Salmito (PDT) que estava acompanhando o secretário de Relações Institucionais da Casa Civil, Nelson Martins.

Desde que assumiu seu primeiro mandato como deputado estadual, em fevereiro deste ano, Salmito tem buscado acompanhar de perto as ações desenvolvidas na região da Ibiapaba.

Em março, o parlamentar foi ao município para apoiar os trabalhos de conclusão do sangradouro da barragem do açude Granjeiro. Já em abril, Salmito interveio para melhoria no trecho da ladeira que liga o município de Graça ao de São Benedito, dentre outras atividades.

Veja fotos do trecho recuperado:

 

 

Categorias
Cidade

Acidente na CE 085 deixa quatro feridos

Na manhã desta segunda-feira (22), um acidente envolvendo um caminhão-caçamba e um micro-ônibus deixou quatro feridos que seguiam para Fortaleza. O acidente aconteceu no km 23, da CE-085, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza.

O relato sobre a colisão entre os veículos tem versões diferentes entre o condutor do caminhão e o motorista do micro-ônibus. De acordo com o dono do micro-ônibus, o caminhão estava trafegando muito próximo e acabou colidindo na traseira do transporte público. Já o condutor do caminhão informou que o micro-ônibus parou no acostamento para pegar um passageiro e acabou ocasionando a colisão.

A Perícia Forense foi chamada pelos condutores para colher as informações e investigar como aconteceu a colisão. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), as vítimas foram levadas para o Instituto Doutor José Frota (IJF) com ferimentos leves.

Categorias
Interior Wellington Lima FM 89,5 Destaque2 Destaque3

Deslizamento de terra: CE-253 pode ser liberada nesta terça-feira (02)

As fortes chuvas que caíram no final de semana na região serrana de Baturité, causaram um deslizamento de encosta na CE-253, a altura da Ladeira da Pendenga, em Guaramiranga, obstruindo por algumas horas o tráfego de veículos entre esta cidade do Maciço de Baturité e o município de Caridade, no acesso à BR-020.

Moradores da região informaram que a barreira desmoronou na noite de domingo. Apesar de rochas não terem caído sobre a rodovia, a lama e troncos de árvores impedem o tráfego.

Em nota o Departamento Estadual de Rodovias informou que já está liberada uma faixa da rodovia CE-253, na localidade de Ladeira da Pendanga, em Guaramiranga, no Maciço de Baturité.

O trecho ficou bloqueado na manhã desta segunda-feira (1), por conta do deslizamento de uma barreira devido às fortes chuvas na região serrana. A previsão é que a rodovia seja totalmente liberada até esta terça-feira.

Categorias
Interior Destaque1 Destaque3

Análise: em 2017, um trecho de CE também foi destruído pela força da correnteza

No Bate Papo desta segunda (25), os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida lembraram que estradas cearenses já sofrem com períodos chuvosos desde 2017.

Com o início da quadra chuvosa, problemas nas rodovias cearenses aparecem e mostram a ineficiência do poder público em garantir o movimento seguro entre os municípios do estado. O caso de maior repercussão foi o da CE-176, onde um trecho acabou sendo destruído nesse final de semana por conta da força da correnteza.

O assunto ganhou destaque no Bate Papo desta segunda-feira (25), entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, que relembraram a rodovia CE-163, que, em 2017, também ficou danificada pelo rompimento de um reservatório particular, que abriu crateras e cortou ao meio dois trechos.

Na ocasião, o Departamento Estadual de Rodovias (DER) improvisou dois desvios em estrada de piçarra para as praias de Mundaú, Flecheiras e Guajiru não ficarem isoladas. No entanto, a demora na reestruturação da via deixou a comunidade local em prejuízo, já que o ponto forte da região, o turismo, ficou impossibilitado.

No caso da CE-176, que garante a passagem de veículos ao litoral Oeste do Ceará, dando acesso às praias de Icaraí de Amontada e Moitas, no município de Amontada, o DER também está construindo uma rodovia provisória. Por enquanto, os motoristas terão que ir pela estrada de Campo Grande, o que acrescenta dez quilômetros ao percurso até às praias.

Em nota, o DER informou que a estrada será restaurada até o dia 10 de abril. Para o jornalista Beto Almeida, “a expectativa” é que o órgão mostre “agilidade” e não demore o mesmo período do caso da CE-163, ainda em 2017.

Categorias
Geral Destaque1 Destaque3

Com otimismo, classe C volta a crescer no país

Dez anos após a criação do termo “nova classe média”, essa parte da população no Brasil cresceu novamente de 2017 para 2018 – passando de 50% a 51% da população, um aumento de mais de 2 milhões de pessoas – após uma queda nos dois anos anteriores.

Ainda que não tenham recuperado o que perderam no período em que a economia caiu 8%, as famílias da classe C estão confiantes com o que está por vir e querem voltar a comprar bens de maior valor agregado, como eletrodomésticos e materiais de construção, segundo pesquisa do Instituto Locomotiva.

No entanto, a busca por tais medidas não será a qualquer preço: o consumo-ostentação dos tempos de bonança foi substituído pela exigência de um claro custo-benefício.

Otimismo

O retorno da Classe C ao consumo é se dá muito mais pela expectativa do que por avanços econômicos consistentes. Tanto o emprego quanto a renda ainda estão distantes de recuperar os níveis anteriores à crise.

Apesar da queda da inflação e do juro básico no patamar mínimo de 6,5% ao ano, o desemprego está na faixa de 12%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para este ano, no entanto, as expectativas de crescimento do PIB ainda se situam em cerca de 2%, apesar de reduções recentes nas estimativas, o que pode ter um efeito positivo especialmente para a classe média. Segundo cálculos da consultoria MacroSector, a renda da classe C poderá crescer 3,5% em 2019, sobre o ano passado. A consultoria também projeta alta de 3% para as vendas no varejo este ano.

Todas essas perspectivas, no entanto, dependem de fatores ainda não concretizados – como a aprovação das reformas estruturais no Congresso. “Há uma expectativa de crescimento respaldada na aprovação das reformas. Caso isso não ocorra, podemos entrar numa crise pior do que a de 2014”, afirma José Ronaldo Souza Júnior, economista do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Categorias
Interior Destaque2 Destaque3

Estado registra 16 açudes sangrando e quatro com mais de 90% da capacidade

Dezesseis açudes estão sangrando em todo o Estado do Ceará neste sábado (16). Ultrapassaram 100% da capacidade os açudes de Jenipapo, em Meruoca (com volume de 3,5 milhões de m³), o Gavião, em Pacatuba (volume de 33,3 milhões de m³), e o Itapebussu, em Maranguape (volume de 6 milhões de m³).

As informações são do Portal Hidrológico da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Os outros 13 açudes que estão com volume superior à capacidade máxima são:

Outros quatro açudes estão com volume entre 90% e 99% da capacidade: São Vicente, em Santana do Acaraú (99,83%), Angicos, em Coreaú (93,78%), Poço Verde, em Itapipoca (96,35%), e Quandú, também em Itapipoca (90,28%).

No entanto, existem 96 açudes que estão com volume inferior a 30%, segundo a Cogerh.

Categorias
Destaque2 Destaque3

Litorais de Fortaleza e do Pecém concentram maiores chuvas das últimas 24 horas

Municípios localizados das regiões que compreendem os litorais do Pecém e de Fortaleza registram, no intervalo entre as 7h desta sexta-feira (15) e as 7h deste sábado (16), as maiores chuva do Ceará, conforme balanço ainda parcial da Fundação Cearense de Meteorologia de Recursos Hídricos (Funceme).

Entre as manhãs de ontem e de hoje, os maiores acumulados se deram em dois postos de Itaitinga, com 120 e 103,2 milímetros nos postos sede e da Seman, respectivamente. Horizonte, com 99 mm, e Paracuru, com 98,7 mm, vêm em seguida. Em Fortaleza, o maior observado foi no posto Fundação Maria Nilva (Água Fria), onde foram registrados 73,8 milímetros. Até o momento, há informações de chuvas em, pelo menos, 67 municípios.

Havia uma expectativa de redução das precipitações na faixa litorânea já a partir deste sábado, porém a aproximação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) provocou chuvas mais expressivas nas áreas destacadas.

Para hoje, a previsão do tempo atualizada pela Funceme é de céu nublado com eventos de chuva no centro-norte do Estado. Já para o extremo sul, onde está localizada a região do Cariri, ainda há possibilidade.

Atenção

Apesar da previsão do tempo indicada nesta manhã para hoje e os próximos dias, é importante realizar o acompanhamento das atualizações feitas duas vezes ao dia por meio da site da Funceme ou ainda pelo aplicativo Funceme Tempo.

Categorias
Policial Destaque1 Destaque3

Visitas a presídios voltam a ser liberadas no CE

As visitas em presídios do Ceará foram permitidas novamente neste sábado (16). Familiares de detentos estavam impossibilitados de frequentar as unidades desde a onda de ataques criminosos registradas no estado em janeiro deste ano.

O acesso é condicionado ao novo regulamento da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

O acesso de familiares dos detentos foi proibido pelo secretário da Administração Penitenciária Luís Mauro Albuquerque e só seria retomado, segundo ele, depois que as ações criminosas cessassem.

O estado registrou pelo menos 253 ataques contra ônibus, carros, prédios públicos, prefeituras e comércios em 50 dos 184 municípios cearenses. Os crimes começaram em Fortaleza e se espalharam para a Região Metropolitana e diversas cidades do interior. A Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS) confirmou que 430 pessoas foram detidas por envolvimento nas ações criminosas.

A restrição às visitas estava valendo em pelo menos cinco presídios, quatro do complexo prisional de Itaitinga e um em Caucaia, ambas cidades da Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com a SAP, todas elas estão permitindo o acesso de familiares.

Entretanto, o G1 constatou que apenas três das unidades de Itaitinga estavam recebendo visitas. Na Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima (CPPL I) e no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), ambos na altura do km 17 da Rodovia BR-116, e na Unidade Prisional Professor José Jucá Neto (CPPL III), no km 27 da estrada, ara constante o fluxo de visitantes nesta manhã.

Novas regras

As visitas foram retomadas, mas com restrições. Uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado no dia 22 de janeiro regulamentou a forma como a entrada de parentes devem acontecer e os materiais que têm permissão para entrar nos presídios, incluindo alimentos, roupas e produtos de higiene.

A entrada será permitida das 8h às 13h dos dias de visitação. E só terá acesso à unidade que realizar um cadastrado no sistema. Os produtos levado também devem atender a alguns requisitos, como estarem acondicionados em sacos e recipientes transparentes, contendo a identificação, pavilhão, ala e cela do detento.

Os tipos e quantidades de alimentos também foram regulamentados. Alguns medicamentos, como analgésicos, só podem ser entregues em até, no máximo, uma cartela.

Ainda na época dos ataques, Mauro Albuquerque chegou a afirmar que, com as mudanças nos procedimentos da pasta, foram retiradas várias regalias dos detentos. “Tipo televisão, rádio, celular, eletricidade nas celas. Detalhe: não estamos deixando [os presos] no escuro. A iluminação existe”, explicou. A medida de retirar tomadas elétricas de dentro das celas, segundo ele, é para evitar a recarga da bateria de celulares “quando conseguem entrar”. “Estamos reorganizando o sistema. Neste sistema, o Estado tem o controle total”, afirmou.

Os ataques no Ceará começaram após uma declaração do secretário Mauro Albuquerque de que “não reconhece facções” no estado. Áudios compartilhados entre membros de facções do Ceará revelaram que as ordens para as ações criminosas partiram de presidiários. Em um dos áudios, um detento diz que a sequência de crimes é uma tentativa de fazer com que o secretário desista de medidas que tornaram mais rigorosa a fiscalização no sistema penitenciário.