Categorias
Sem categoria Cidade

Pesquisa feita por Universidade Americana com parceria da UFC, aponta o excesso de velocidade em rodovias de Fortaleza

Informações apuradas pela Universidade Johns Hopinks dos Estados Unidos, em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), mostram que as rodovias em Fortaleza estão cada vez mais perigosas. Dados afirmam que: A cada cinco motoristas, um ultrapassa da velocidade permitida. A negligência cometida por parte destes motoristas, preocupam as entidades locais de trânsito e principalmente a Prefeitura de Fortaleza, que já busca novas ações conscientizadoras para combater este problema.

Apesar dos novos equipamentos de monitoramento de velocidade espalhados nas principais rodovias de Fortaleza, os dados divulgados pelas universidades comprovam a insuficiência de uma fiscalização mais reforçada. Pensando nisso, a Prefeitura de Fortaleza vai continuar investindo em campanhas de conscientização a população, recursos de monitoramento, instalação de novos semáforos, agentes de trânsito, para que até o final do ano estes números diminuam, prevenindo o aumento de multas, por excesso de velocidade e também evitar um possível acidente.

Fonte: Redação

Categorias
Cidade Cotidiano

Projeto Voluntário ‘Amigo da Natureza’ é instituído pelo Executivo

A lei ordinária de nº 10917/2019, instituída em 12 de julho de 2019, estabelece o Projeto Voluntário ‘Amigo da Natureza’ e tem como objetivo revitalizar praças, canteiros e bosques de Fortaleza. A norma partiu de uma pauta do Legislativo Municipal, por meio do projeto de lei nº 241/2018, de autoria do vereador e vice-presidente da CMFor, Adail Júnior (PDT).

De acordo com a norma já em vigência, a revitalização consiste no plantio de flores e árvores, bem como os cuidados permanentes para a conservação dos espaços, sendo de responsabilidade dos voluntários. Vale ressaltar, que as mudas e o material necessário para o desenvolvimento do projeto serão doados pela iniciativa privada, sem ônus ao Poder Público.

“Considerando a importância da temática ambiental e a visão integrada do mundo, no tempo e no espaço, o Projeto Voluntário Amigo da Natureza é fundamental para que cada voluntário desenvolva comportamentos sociais construtivos, colaborando para a construção de uma sociedade justa, em um ambiente saudável”, evidenciou o vereador cujo objetivo é despertar a conscientização da população, haja vista os impactos ambientais que o mundo vem sofrendo.

Quem pode ser voluntário?

Os voluntários serão preferencialmente idosos que manifestarem o desejo de participar do Projeto, com a finalidade de contribuir para a revitalização dos espaços públicos e, também, ocuparem seu tempo disponível com a atividade, evitando o isolamento social.

Poderão participar da ação os alunos das escolas públicas e privadas localizadas na cidade de Fortaleza. A atividade servirá de incentivo para a preservação do meio ambiente para que se torne um espaço ecologicamente equilibrado.

Categorias
Cidade Cotidiano

Governo lança programa de estratégias para cidades inteligentes

O governo federal lançou, hoje (23), em São Paulo, o Programa Nacional de Estratégias para Cidades Inteligentes Sustentáveis, no Smart City Business Brazil. O programa estabelecerá indicadores e metas e impulsionará soluções para a transformação das cidades brasileiras em cidades inteligentes.

O secretário nacional de Telecomunicações e Políticas Digitais do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Vitor Menezes, disse que o conceito de cidade inteligente envolve cidades que usam infraestrutura de tecnologia, inovação e comunicação, “e que promove o bem-estar da comunidade através de quatro vertentes: social, ambiental, cultural e econômico”.

Durante a apresentação do plano, o secretário citou como exemplos de ações que podem ser desenvolvidas pelas cidades, a instalação de câmeras de segurança, a identificação facial, o monitoramento de lavouras, os sistemas de aproveitamento de água de chuva, o prontuário eletrônico e a mobilidade urbana.

“Esse plano nacional é uma política pública do governo, [lançado] pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, que vai organizar e agregar os demais ministérios ao projeto. A ideia é que a gente possa trabalhar, inclusive em conjunto com o Ministério do Desenvolvimento Regional, dentro de uma Câmara de Cidades Inteligentes, que devemos criar nos próximos dias”, explicou o secretário.

Câmara Nacional

De acordo com o secretário, o plano começará com a criação da Câmara Nacional de Cidades Inteligentes, o que deve ocorrer até agosto. “Nessa câmara deveremos trazer o projeto nacional de cidades inteligentes, os indicadores, de que maneira a gente vai trabalhar, o que vamos perseguir, quais são nossos alvos, de que maneira vamos nivelar as cidades”, explicou.

“O Brasil tem um problema de infraestrutura. A maioria das cidades, muitas vezes, não têm infraestrutura de conectividade. Então não dá para falar em cidades inteligentes se não temos conectividade. Precisamos evoluir com nivelamento, cercando indicadores, para que possamos ter um plano nacional bastante estruturado. Isso não é um programa de meses, mas de anos. E é um programa de constante evolução também”, disse.

Vitor Menezes adiantou que deverá ser publicado, em breve, um decreto estabelecendo a política nacional para as cidades inteligentes sustentáveis. “O decreto prevê qual é o nosso conceito para cidades inteligentes e algumas questões mais específicas de funcionamento da câmara. Vamos ter um pouco mais de detalhamento acerca do funcionamento desse programa”, explicou o secretário.

“Acreditamos que o detalhamento das fases e dos projetos será feito na própria câmara. Mas a gente quer que, pelo menos, o programa estruturado, os indicadores e o nivelamento das cidades comecem ainda este ano”, acrescentou.

Segundo o secretário, o plano é importante porque a maior parte da população brasileira – cerca de 85% do total – vive nas cidades. “E é importante que as cidades hoje tenham maior qualidade de vida, que elas tenham capacidade de gerar riqueza para a população, que elas tenham segurança, que os pais tenham tranquilidade com seus filhos e que as pessoas daquela cidade tenham acesso à tecnologia”.

“A gente percebe hoje que um programa de cidades inteligentes, além de tudo, gera eficiência para a cidade. Se você, por exemplo, tem um programa de gestão governamental inteligente, ele certamente vai gerar lucro para o município. Se você tem um sistema simples de monitoramento de câmeras, isso já tende a reduzir a criminalidade na cidade. Então, esse é um programa que a gente acredita que vai trazer muitos benefícios em todos os níveis de governo”, disse.

Categorias
Cidade

Novas carteiras de estudante começam a valer a partir de segunda-feira

A nova carteirinha de estudante passa a valer a partir da próxima segunda-feira (1º) em Fortaleza. A partir desta data, as carteirinhas de 2018 serão bloqueadas. Os estudantes que possuem créditos no documento de 2018, a partir de segunda-feira (1º), podem transferi-los para o novo documento.

Segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), em 2019 foram solicitadas e entregues às entidades 316.875 carteirinhas, sendo 203.806 da rede pública de ensino e 113.069, da rede particular.

Caso o estudante ainda não tenha recebido a nova carteira, é necessário consultar o status da solicitação de carteiras no site da Prefeitura de Fortaleza e procurar a entidade estudantil que representa a instituição de ensino.

Com as carteirinhas, os estudantes pagam o valor de meia passagem (R$ 1,60) no transporte público de Fortaleza. Além de ter acesso à valores estudantis em espaços de programação cultural, como cinemas, teatros e shows musicais.

Categorias
Cidade Destaque2

Fortaleza e Região Metropolitana registram mais 3 mil casos de incêndios entre 2016 e 2018

Dados do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) revelam que de 2016 até 2018, Fortaleza e a Região Metropolitana (RMF) tiveram 3.577 casos de incêndios em prédios, casas e estabelecimentos comerciais. O órgão não disponibilizou os dados relacionados a 2019, mas em menos de uma semana, dois grandes incêndios foram registrados em Fortaleza. Um deles atingiu a barraca Atlantidz, na Praia do Futuro, na madrugada de quarta para quinta-feira (27), e já no último sábado, o 4º andar de um prédio na Rua Silva Jatahy, no bairro Meireles também foi incendiado.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros, Romário Fernandes, na maioria das vezes, as chamas são causadas por problemas em instalações elétricas.

Em prédio, você acaba tendo muito incêndio de natureza elétrica por chuva. Chove e tem uma série de infiltrações, uma relação inadequada entre água e rede elétrica. Acaba acumulando em locais inadequados, explica.

A quantidade de ocorrências pouco oscilou nos últimos anos: em 2016, foram 1.248 incêndios. Já em 2017, 1.104 casos foram registrados pelo Corpo de Bombeiros. O ano de 2018 totalizou 1.225 ocorrências. Em relação a incêndios somente em prédios, especificamente, de Fortaleza e Região Metropolitana, foram registrados 366 casos, de 2017 até o momento.

Categorias
Cidade

Aeroporto de Fortaleza: mudanças no check-in confundem passageiros

A mudança do check-in de duas companhias aéreas domésticas, a Azul e a Gol, para um novo espaço no Aeroporto Internacional de Fortaleza, deixou confusos diversos passageiros que passaram pelo terminal. As mudanças começaram na terça-feira (25), com a transferência do check-in das companhias internacionais.

Os passageiros relataram que a sinalização existente não é suficientemente clara e admitiram terem ficado confusos. O espaço antigo, onde ocorriam as operações das lojas das companhias aéreas e check-ins, está sem utilização e também não há nenhum comunicado informando as mudanças. No entanto, funcionários da concessionária Fraport orientam os passageiros sobre o acesso ao novo check-in.

Até esta sexta-feira (28), todas as companhias terão migrado para o novo espaço.

Categorias
Cidade

Carteirinha de estudante de 2019 passa a valer a partir de segunda-feira

A partir da próxima segunda feira (1º), a carteirinha estudantil de 2019 passa a valer em Fortaleza. Com o documento, os estudantes pagam o valor de meia passagem no transporte público da cidade. Os documentos de 2018 só podem ser utilizados até este domingo (30). Após essa data, as carteiras antigas são bloqueadas.

Segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), em 2019 foram solicitadas e entregues às entidades 316.875, sendo 203.806 da rede pública de ensino e 113.069, da rede particular.

Caso o estudante ainda não tenha recebido a nova carteira, deve consultar o status da solicitação de carteiras no site da Prefeitura de Fortaleza e procurar a entidade estudantil que representa a instituição de ensino.

 

Categorias
Sem categoria Cidade

Novo Código da Cidade altera cotidiano em Fortaleza

Aprovado em primeira discussão nessa terça-feira (25) na Câmara Municipal, o Novo Código da Cidade estabelece medidas para o melhoramento do cenário administrativo da cidade de Fortaleza, além de adotar diretrizes essenciais para o dia a dia da população fortalezense.

Uma das mudanças é encontrada no Livro III do documento, que regulamenta a responsabilidade dos proprietários de edifícios pela construção ou reconstrução de suas calçadas, bem como pela manutenção, conservação e limpeza da mesma.

A Prefeitura municipal terá como dever identificar quais são as rotas preferenciais dos pedestres e priorizar a conservação de calçadas e travessias desse trajeto. Além disso, só poderá construir paradas de ônibus em calçadas que tenham pelo menos 1,20 metro de faixa livre para o fluxo de pedestres.

De acordo com o Código, a partir do Livro I, os fios elétricos e de telefonia deverão ser subterrâneos e substituídas no prazo de 15 anos pelas concessionárias das instalações, a partir da publicação do Código.

Por fim, um ponto fundamental presente no Livro IV que versa sobre o descarte de lixos na cidade de Fortaleza. A resolução proíbe a prática de comum de colocar sacos de lixo nas calçadas fora do horário ou dia da coleta. Em caso de descumprimento, o cidadão estará sujeito a infração de natureza média e multa de R$ 80 a R$ 160.

Categorias
Cidade

Comissão aprova Código da Cidade com mais de 170 emendas; matéria será votada nesta terça

Com mais de 170 emendas, foi aprovado pela Comissão Especial de Apreciação de Matérias que alterem o Plano Diretor. O projeto de lei complementar 006/2019 que dispõe sobre o Código da Cidade entrará em pauta nesta terça-feira (25), de acordo com o presidente da CMFor, Antônio Henrique (PDT).

O presidente da Comissão, vereador Esio Feitosa (PPL), acatou a proposta feita inicialmente pelo vereador Sargento Reginauro (Sem Partido) de votar as emendas favoráveis por vereador em bloco, com a ressalva de votar em separado as que haviam recebido subemendas. O vereador Sargento Reginauro exaltou a isenção do presidente Esio Feitosa e do relator Renan Colares (PDT) em conversar com a oposição e acatar diversas emendas que melhoraram o texto.

Do total de 483 emendas, 247 foram retiradas pelos autores após o trabalho de convencimento feito por Esio e Colares. Segundo Esio, ainda podem ser apresentadas emendas em segunda discussão desde que assinadas por 15 vereadores. Estiveram presentes na reunião, além de Esio e Renan Colares, os vereadores Sargento Reginauro, Dr. Porto (PRTB), Michel Lins (PPS), Joaquim Rocha (PDT) e Benigno Júnior (PSD). Joaquim Rocha que substitui o vereador Jonh Monteiro (PDT), que está licenciado, assumiu também a vaga do vereador na Comissão.

Categorias
Interior

MPCE realiza palestras do Propoa em Limoeiro do Norte e Fortaleza

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), realiza, nos próximos dias 19 e 22 de junho, duas palestras do Programa de Proteção e Defesa dos Consumidores de Produtos de Origem Animal (Propoa) nas cidades de Limoeiro do Norte e Fortaleza. Os encontros têm como intuito orientar os consumidores, produtores e comerciantes sobre a importância de produzir e consumir alimentos seguros, com a finalidade de garantir e preservar a saúde dos consumidores.

A importância sanitária de produtos de origem animal, a legislação, a responsabilidade do fornecedor e do consumidor, o novo regulamento de Inspeção Industrial Sanitária e o Selo de Inspeção Municipal (SIM) para produtos de origem animal também serão temas tratados durante os encontros.

A primeira atividade será realizada na cidade de Limoeiro do Norte, na quarta-feira (19), às 14h, no Campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). A palestra será proferida pelo médico veterinário Marcelino Mota Teles, fiscal da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri), integrante da Comissão Estadual de Vigilância Sanitária e Inspeção de Alimentos do CRMV/CE e especialista em Administração em Saúde Pública.

Em Fortaleza, o encontro será realizado no sábado (22), às 10h, no Campus do Itaperi da Universidade Estadual do Ceará (UECE), na sala de audiovisual superior do Núcleo Experimental em Ciência e Tecnologia de Alimentos Regionais (Nectar). A palestrante será a médica veterinária Hellen Araújo, integrante da Comissão Estadual de Vigilância Sanitária e Inspeção de Alimentos do CRMV/CE e fiscal da Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura do Estado do Ceará (SEAPA).

Nas duas ações, haverá a distribuição de material informativo aos consumidores e aos produtores de alimentos de origem animal, como abatedouros, frigoríficos, supermercados, processadores de alimentos, entre outros.

Propoa

O Programa de Proteção e Defesa dos Consumidores de Produtos de Origem Animal foi lançado em setembro de 2018 por meio de uma parceria entre o Decon e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura do Estado do Ceará (Seapa), a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adragri) e o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Ceará (CRMV-CE).

O principal objetivo do Propoa é orientar os consumidores, produtores e comerciantes do Ceará sobre a segurança dos alimentos de origem animal. O Programa auxilia na prevenção da distribuição e consumo de comidas que provocam graves riscos à saúde, além de beneficiar, também, o meio ambiente, o combate à sonegação fiscal e o estímulo à regularização da cadeia produtiva no setor.

Serviço

Palestra do Propoa em Limoeiro do Norte
Data: 19 de junho de 2019 (quarta-feira)
Horário: 14h
Local: IFCE – Campus de Limoeiro do Norte. Endereço: Estevão Remígio de Freitas, 1145 – Bairro Monsenhor Otávio, Limoeiro do Norte.

Palestra do Propoa em Fortaleza

Data: 22 de junho de 2019 (sábado)
Horário: 10h
Local: UECE – Campus do Itaperi. Endereço: Av. Silas Munguba, 1700 – Bairro Parangaba, Fortaleza.  Sala de audiovisual do Nectar.