Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O PSDB não terá candidato a presidência do Senado. O senador cearense Tasso Jereissati (PSDB) desistiu de sua candidatura na tarde desta sexta-feira (1°). Agora os tucanos deverão votar no democrata Davi Alcolumbre (AP).

O anuncio foi feito em coletiva de imprensa. Tasso ressaltou que que não participaria da disputa em “respeito” ao Senado, sua história e o que ela representa para a sociedade e arrematou que “não participará desse espetáculo”, em referencia a disputa, que segundo ele, é de cartas marcadas.

Tasso admitiu que a sessão pode ser judicializada porque “ninguém está aceitando resultados”. “Ninguém aceita derrota, virou caso de vida ou morte. O que leva todos à suspeita. Ninguém é obrigado a ser presidente do Senado. Nós somos eleitos para ser Senador e pronto”, encerrou.

Voto aberto

Outro cearense, o senador cearense Eduardo Girão (PROS) ainda defende que a disputa seja feita com voto aberto. A possibilidade pode prejudicar a postulação de Renan. Pelo menos 48 parlamentares haviam referendado o abaixo-assinado até as 17 horas desta sexta.