Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Tribunal de Contas do Estado do Ceará votou, na sessão plenária desta terça-feira (4), a matéria que trata de Auditoria de Conformidade realizada para verificar as entregas resultantes da execução de Serviços de Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED). Trata-se do contrato nº 60/2013, da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), celebrado com a Empresa Tecnologia Conhecimento e Informação S.A. (TCI BPO).

O colegiado determinou que a Semace efetue um minucioso planejamento de infraestrutura tecnológica, de forma a sustentar suas atividades de negócio e atender as necessidades atuais e futuras do órgão. Relatório da unidade técnica da Corte de Contas aponta que a Semace não estava fazendo uso do Software de Gerenciamento Eletrônico de Documentos.

Caberá à Secretaria de Controle Externo da Corte realizar monitoramento do Plano de Ação apresentado com vistas à efetiva implantação da solução de Gerenciamento Eletrônico de Documentos na Semace, em novo processo a ser aberto com esta finalidade.

A decisão sobre o processo nº 09674/2015-7, relatado pelo conselheiro substituto Itacir Todero, foi unânime.

Com TCE