Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O fim de semana conturbado do presidente Michel Temer, ainda atordoado com a repercussão da operação Skala, também serviu para a tomada de decisões. Ele resolveu acelerar as mudanças nos ministérios e acabou acatando a indicação do PP, de deslocar Gilberto Occhi da Caixa Econômica Federal para o Ministério da Saúde.

Outra decisão foi acatar a indicação do vice-presidente de Habitação do banco público, Nelson Antonio de Souza, para o comando do banco. Temer estava resistindo a mudança, porque preferia manter Occhi na equipe econômica. A definição, que aconteceria somente na segunda-feira, foi antecipada. Occhi deve tomar posse nesta segunda-feira às 10 horas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp