Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Segundo a empresa de cibersegurança Psafe, as tentativas de golpes virtuais financeiros cresceram 100% em fevereiro em relação ao mês anterior, no Brasil, . Apesar de ser o mês mais curto do ano, foram registrados mais de um milhão de bloqueios deste tipo de golpe.

O número é o dobro do registrado em janeiro, quando foram contabilizadas pouco mais de 510 mil tentativas. Segundo especialistas, o crescimento estaria ligado a golpes relacionados com Pix e o anúncio de Valores a Receber do Banco Central.

“No mês de fevereiro registramos o correspondente a uma média de quase 36 mil bloqueios por dia e 25 tentativas de golpes financeiros por segundo no Brasil. O número impressiona também porque, se compararmos com fevereiro de 2021, houve o mesmo crescimento, de 100%, quando foram registrados cerca de 529 mil bloqueios”, enfatiza o executivo-chefe de segurança da PSafe, Emilio Simoni.

Em 2021, o phishing bancário (golpes aplicados usando nome de instituições financeiras por aplicativos de mensagem) foi o terceiro principal tema mais explorado por cibercriminosos em golpes de phishing no Brasil, com mais de 4.5 milhões de detecções, ficando atrás apenas de phishing genérico e falsas premiações.

“Um dos motivos para esse crescimento pode ser que temos notado um aumento em phishing oferecendo Pix temáticos, como carnaval, e também por causa do Valores a Receber, do Banco Central. Até a primeira quinzena de março, já havíamos identificado mais de 20 sites utilizando o nome do Valores a Receber para aplicarem golpes, sendo que um deles já teria feito mais de 664 mil vítimas, segundo nossa projeção”, destaca Emilio Simoni.

(*) Com informações O Globo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp