Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Ticiano Tomé (PSDB), o agora prefeito do município de Granjeiro, na Região do Cariri, foi empossado para assumir o cargo na tarde desta sexta-feira, 27. A posse ocorreu em solenidade na sede da Câmara Municipal, três dias após o antigo prefeito eleito, João do Povo (PL), ser assassinado na véspera de Natal, dia 24. A vítima, de 54 anos, levou três tiros enquanto caminhava no entorno do açude Junco.

Conforme o vereador Luiz Márcio Pereira (PMN), presidente da Câmara, a posse transcorreu com tranquilidade e teve reforço policial. Dos nove vereadores da Casa, um faltou à sessão, que começou com mais de uma hora de atraso. A posse, que estava marcada para 15 horas, só começou por volta das 16h30min, conforme o vereador.

Apesar de integrarem a mesma chapa vencedora das eleições municipais de 2016, Ticiano Tomé e o prefeito assassinado tinham rompido há pouco mais de oito meses, quando o grupo político de Ticiano Tomé fez denúncias contra prefeito. O grupo ao qual pertence Ticiano Tomé é liderado por Vicente Félix de Souza (conhecido como “Vicente Tomé”), pai dele e ex-prefeito de Granjeiro, onde exerceu a função por três vezes. Após João do Povo ser alvo de ação da Polícia Federal, os dois denunciaram suposto esquema envolvendo os vereadores do Município para abafar as investigações.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp