Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em 13 rodadas da competição a equipe sofreu 12 gols, média inferior a um gol sofrido por partida. Apenas quatro equipes tomaram menos gols do que o Alvinegro no Brasileirão:  Palmeiras, São Paulo, Corinthians e Santos, os quatros paulistas.

Palmeiras – 7 gols sofridos.

São paulo – 7 gols sofridos.

Corinthians – 8 gols sofridos.

Santos – 9 gols sofridos.

Ceará – 12 gols sofridos.

O conjunto de jogo do técnico Enderson Moreira, com  o volante Fabinho como titular absoluto, dá fortalecimento aos defensores. Fabinho é o tipo de jogador que tem alto controle de marcação e  cobertura das elevações de laterais e zagueiros.

A zaga do ceará está em ótima fase. Luiz Otávio é considerado por muitos jornalistas esportivos zagueiro do Nordeste e um dos melhores da posição na Série A desde o ano passado, Valdo é seu companheiro de zaga e atua em níveis muito positivos. Nas laterais, Samuel Xavier do lado direito e João Lucas pela esquerda têm superado os problemas defensivos do começo do ano e agora no Campeonato Brasileiro deixam a linha defensiva inicial bem posicionada, sem grandes espaços aos adversários.

E uma volta por cima do goleiro Diogo Silva, no começo do ano sem muita confiança no elenco, por vezes sendo reversa, hoje já garantiu seu espaço de titularidade no elenco e vem em boa fase um dos destaques da campanha. Seguro e com defesas decisivas, o arqueiro tem sido bastante importante.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp