Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Na manhã desta sexta-feira, 23/6, no Salão do Júri do Fórum de Boa Viagem, foi realizada a audiência pública de lançamento da revisão eleitoral com biometria da 63ª Zona Eleitoral, que abrange ainda o município de Madalena.

A solenidade, conduzida pelo vice-presidente e corregedor do TRE, desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo, contou com a presença do juiz da 63ª Zona Eleitoral, Carlos Henrique Neves Gondim; da promotora eleitoral, Alessandra Akemi Oyamaguchi e de autoridades políticas locais, além de servidores do TRE e de eleitores.

O desembargador Haroldo Máximo agradeceu a presença de todos e ressaltou “a importância do comparecimento dos eleitores, desde o início do processo revisional, a fim de que seja possível recadastrar o eleitorado dos dois municípios e evitar transtornos nos últimos dias”. O corregedor do TRE-CE solicitou apoio institucional da prefeitura, no sentido de disponibilizar veículos para os eleitores dos distritos mais distantes.

Em seguida, o juiz eleitoral da 63ª Zona, Carlos Henrique Gondim, afirmou que “a revisão eleitoral será um grande desafio, haja vista a quantidade de eleitores a cadastrar. Entretanto, o Cartório Eleitoral está preparado com a ampliação da estrutura e do número de equipamentos biométricos, bem como dispõe de terceirizados e estagiários capacitados para atender os eleitores”.

Boa Viagem e Madalena somam 56.344 eleitores, que deverão comparecer ao cartório eleitoral para a coleta dos dados biométricos até o dia 28 de fevereiro de 2018.

No final da audiência pública, a coordenadora de Administração do Cadastro Eleitoral, Lorena Belo, fez uma apresentação técnica do Projeto Biometria no Ceará.

Jaguaruana

Na quinta-feira, 22/6, foi realizada a audiência pública na 75ª Zona eleitoral, em Jaguaruana, da qual também faz parte a cidade de Itaiçaba, dando início ao recadastramento biométrico nos dois municípios, com 34.662 eleitores ao todo, que também serão obrigados a comparecer ao cartório eleitoral até o dia 31 de outubro deste ano.

Na ocasião, o desembargador Haroldo Máximo alertou para a “importância do chamamento ao eleitorado dos municípios, devendo todos – servidores da Justiça Eleitoral e representantes das comunidades locais – estarem engajados nos trabalhos da coleta dos dados biométricos dos eleitores, que, se não comparecerem até a data prevista, terão o título cancelado”.

Agendamento

O TRE-CE esclarece que, para o conforto dos próprios eleitores, há necessidade de agendar o atendimento, através do telefone 148 ou no site do tribunal (www.tre-ce.jus.br).

A meta do TRE-CE é recadastrar cerca de 75% do eleitorado do estado até as eleições de 2018 e atingir 100% em 2020. Para o ciclo 2017-2018, 69 municípios passarão pelo processo de revisão biométrica. Deste total, 29 já entraram em revisão de eleitorado, neste ano. Até as eleições de 2018, 131 dos 184 municípios do Ceará atingirão 100% do eleitorado recadastrado com biometria.

Com TRE