Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A décima edição da Mostra Educativa For Rainbow chega à Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes nesta quarta-feira (3), às 9 horas, com a exibição de nove curtas-metragens. A mostra, em 2017, já esteve em mais de 20 espaços de Fortaleza, entre salas de exibição e bairros da periferia da cidade. A ação é uma parceria da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) e do Centro Popular de Cultura e Cocidadania (Cena Pop).

A For Rainbow acontece na Unidade dentro do Cine Diálogo, projeto da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) que é realizado semanalmente, com exibição de filmes com temáticas diversas e com títulos motivacionais. Para Cristiane Gadelha, coordenadora de Inclusão Social do Preso e do Egresso da Sejus, “a mostra muda a rotina dos internos da penitenciária e ainda ajuda na reflexão de temas atuais, como a diversidade sexual”.

Veja a lista dos curtas-metragens que serão exibidos:

01 – Melhor Amigo

Direção: Allan Deberton, 18 minutos, Ceará, 2013

Sábado, primeiro dia de férias. Lucas e Felipe decidem ir a praia.

02 – Aceito

Direção: Felipe de Andrade Rosa do Couto Cabral, 20 minutos, Rio de Janeiro, 2014

Junior prepara uma grande surpresa para pedir seu namorado em casamento, mas nem tudo sai como planejado

03 – De que lado me Olhas

Direção: Carolina de Azevedo e Elena Sassi, 15 minutos, Rio Grande do Sul, 2014

Vivemos sob perspectivas alheias e, por vezes, sentimos não ter outra escolha senão deixar que esses olhares nos definam. Ao buscarmos nossas verdadeiras identidades, deixamos de pedir permissão para vivermos nossas essências. Ao colocarmos a nossa perspectiva em pauta, criamos um novo lado para que nos olhem. Em Porto Alegre, sete pessoas oferecem suas perspectivas sobre uma importante realidade desconversada.

04 – Segredo dos Lírios

Direção: Brunna Kirsch e Cris Aldreyn, 17minutos, Novo Hamburgo/São Leopoldo – RS, 2012

Christiane, Estela e Vera: três mães cujo amor supera o ‘incomum’.

05 – Entre lugares: A Invisibilidade do Homem Trans

Direção: Luiz Carlos Nascimento, 13 minutos, Recife, 2011

“O que seriam homens trans?” ‘Entre Lugares: a invisibilidade do homem trans’ aproxima o foco na vida deLeonardo Tenório e Luciano Palhano, dois homens – que nasceram biologicamente mulheres – que rompem com uma cultura binária ditada pelo gênero, mostrando, a partir de suas experiências, diferentes possibilidades na relação entre identidade (de gênero) e orientação sexual.

06 – Meninas de Cabaré

Direção: Tel Candido, 25 minutos, Ceara, 2013

No Ceará, um grupo propõe levar a arte transformista e as histórias de vida de travestis às luzes da ribalta, mexendo com a cena cultural do estado e com as representações convencionais sobre o “universo” trans. “Meninas do Cabaré” narra a experiência do Coletivo Artístico As Travestidas e flana entre as esquinas onde a arte e a política se encontram.

Com informação da A.I